O Baby Beef Steakhouse fica em um terreno de 6 mil metros quadrados no bairro São Bento, região Centro-Sul, sendo 2,1 mil m² de área construída - Kiki Santoro - Crédito: Christiano Santiago

Ao comemorar um ano no bairro São Bento, na região Centro-Sul, o Baby Beef Steakhouse prepara novos investimentos. A casa, instalada em um terreno de 6 mil metros quadrados – sendo 2,1 mil m² de área construída – deve acelerar o crescimento do faturamento a partir da inauguração de uma butique de carnes antes do fim do ano.

De acordo com o diretor do Baby Beef Steakhouse, Maurício Serva, o objetivo era abrir a butique junto com o restaurante, mas o momento econômico do País fez com que o plano fosse adiado. Neste espaço, o cliente poderá levar para casa carnes in natura pré-assadas ou cruas. Também serão ofertados kits churrasco com quatro opções diferentes para até 20 pessoas.

“A butique fazia parte do plano original. Nela serão oferecidos os mesmos cortes que temos no restaurante com carnes nacionais e importadas de altíssima qualidade. Vamos atender a um público muito rigoroso que tem descoberto a arte de cozinhar em casa. Eles querem repetir as melhores experiências que têm fora de casa. Nesse sentido a carne ganha destaque por ser uma das preferências do público masculino. Hoje, os homens formam cerca de 70% dos clientes”, explica Serva.

Desde sua abertura, em setembro de 2018, a casa vem atingindo crescimento de 4% no faturamento mensal. Em virtude das confraternizações de fim de ano, a projeção para os próximos meses (novembro a janeiro) é de incremento de 50% a 60% nas vendas, na comparação com os demais meses. E para o próximo ano, as estimativas são ainda mais otimistas: até 25% de crescimento na arrecadação mensal em relação a cada mês anterior.

“O nosso trabalho sempre é muito voltado para o atendimento. Claro que a marca já é uma grife, mas nos esmeramos para oferecer um atendimento ainda melhor e trazendo para a região Sul uma oportunidade – para as pessoas que não iam na Cristiano Machado – alguns cortes mais nobres que não tem em nenhuma outra casa na cidade, como o carré de cordeiro, por exemplo. Por isso investimos tanto em treinamento. Queremos dar uma sensação de conforto ao nosso cliente, ao ponto dele não perceber o quão complexa é a operação. São quase 100 funcionários que trabalham para que tudo seja uma experiência natural para o cliente”, afirma o diretor.

Atualmente, o Baby Beef Steakhouse oferece mais de 30 cortes de carnes para cerca de 8 mil clientes por mês. Com a proximidade do final do ano, a estimativa é de que esse número suba para 11 mil. Além da butique de carne, havia no projeto original um deck com capacidade para atender até 150 pessoas. Esse plano deve sair do papel no próximo ano, mas ainda sem data definida.