CREDITO: CHARLES SILVA DUARTE

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) anunciou ontem o lançamento de uma nova linha de crédito voltada para as empresas de pequeno e médio portes, visando o tradicional aquecimento da demanda no fim do ano. Denominado Geraminas Giro Mais, a linha especial de capital de giro, conta com limites e prazos maiores, além de taxas competitivas e garantias simplificadas, de acordo com o banco de fomento.

A contratação já pode ser feita pela internet, por meio do BDMG Digital, plataforma on-line do banco.

Segundo o BDMG, podem acessar a linha empresas com faturamento anual de R$ 4,8 milhões a R$ 30 milhões, de setores variados (indústria, comércio e serviços), o que abrange um universo de cerca de 5 mil empreendimentos em Minas.

“O limite de crédito quase dobrou para negócios desse porte, passando de R$ 520 mil para R$ 1 milhão, e o prazo de pagamento pode chegar a 60 meses, com carência de até seis meses”, informou a instituição.

“Este novo produto foi elaborado a partir das revisões dos modelos de crédito do BDMG, o que permitiu um aperfeiçoamento das condições oferecidas para que essas empresas possam investir visando alta do mercado no fim do ano”, afirma, em nota, o presidente do BDMG, Sergio Gusmão.

O Geraminas Giro Mais é disponibilizado por meio da plataforma BDMG Digital, no site do Banco.

“Combinar a digitalização com o impacto no desenvolvimento é a chave para o banco do futuro”, avalia Gusmão.

No 1º semestre do ano, o desembolso do Banco via BDMG Digital foi de R$ 86,1 milhões, 14% maior do que o liberado no 1º semestre de 2018. No período, a plataforma ultrapassou os 300 mil acessos, gerando mais de 15 mil propostas de concessão de crédito, 36% a mais do que no ano passado. (Da Redação)