Rio de Janeiro – O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a compra pela petroleira francesa Total do negócio de distribuição de combustíveis do Grupo Zema no Brasil, segundo despacho publicado ontem no Diário Oficial da União (DOU).


A Zema Petróleo opera uma rede de 280 postos de serviços e instalações de armazenamento de derivados de petróleo e etanol, principalmente em Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso.


Com o negócio, cujo valor não foi revelado em comunicado, a Total planeja dobrar o número de estações da marca dentro de cinco anos, particularmente no Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, País que também é o segundo maior mercado de biocombustíveis do mundo, destacou a empresa.


O movimento da Total, anunciado no mês passado, seguiu-se ao de outras empresas multinacionais no setor de combustíveis.


A holandesa Vitol adquiriu 50% da empresa de distribuição de combustíveis Rodoil, em outubro, enquanto a suíça Glencore levou 78% da Ale Combustíveis, também neste ano. (Reuters)