Charles Silva Duarte

A passagem dos 85 anos de fundação do DIÁRIO DO COMÉRCIO, há um ano, foi marcada com o lançamento do Movimento Minas 2032, então apresentado como uma agenda propositiva de transformação. São conceitos que permanecem e ganham força e assim reafirmados quando assinalamos, hoje, nosso 86º aniversário.

Falamos ainda de dificuldades e de superação, porém com foco na construção de perspectivas e, sobretudo, do resgate do protagonismo do empresariado e de Minas Gerais no cenário nacional.

Temos convicção, diante dos desafios que se apresentam, que esta é a chave para transformações que se tornaram impositivas à retomada do crescimento econômico entendido como caminho para a construção de uma sociedade mais próspera e mais equilibrada. Uma convicção que tem como fundamentos os valores que o jornalista José Costa, fundador do DIÁRIO DO COMÉRCIO, ensinou e que vimos propagando nestes 86 anos.

Para nós, e como já foi dito em outras ocasiões, trata-se de contribuir para as transformações que se fazem urgentes, mobilizar e agregar para construir e transformar, tendo como objetivo a promoção do bem comum, a partir do desenvolvimento dos negócios. Não estamos propondo uma utopia, apenas lembrando que existem alternativas como a da valorização da iniciativa privada, do investimento produtivo, da prosperidade compartilhada que verdadeiramente alargue mercados e oportunidades. E, claro, do aproveitamento mais racional dos múltiplos diferenciais competitivos que nossa terra abriga.

Falamos do possível, do que pode ser feito, numa construção permanente e sempre harmoniosa. Assim entendemos o nosso papel, nosso trabalho e a própria razão de ser, num contexto em que a comunicação ganha novas e potentes ferramentas, o que pode significar mais força e, antes, maior responsabilidade.

Além de abertos a uma tarefa que sabemos ser coletiva e cujo êxito terá como principal medida a participação de todos os empresários mineiros que acreditam e buscam seu protagonismo. Afinal, é justamente neste encontro que o trabalho do DIÁRIO DO COMÉRCIO fez e fará sentido.

Luiz Carlos Motta Costa – Diretor-Presidente