Crédito: Pixabay

Um debate sobre os problemas e as perspectivas para a educação em Minas Gerais acontece nesta terça-feira (10), no Salão Nobre da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Este será o segundo de uma série de encontros entre parlamentares da e representantes de segmentos sociais para discutir alternativas para superar a crise do Estado. A iniciativa integra o Movimento Sou Minas Demais, protagonizado pela Assembleia, para buscar a retomada do desenvolvimento econômico e social do Estado.

O encontro será comandado pelo presidente da ALMG, Agostinho Patrus (PV), e deverá contar com a presença de representantes de 46 instituições, além do deputados da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia. Por meio do debate com representantes da sociedade civil, a Assembleia de Minas convida a todos a contribuírem com sugestões para resolver os principais problemas do setor e aprimorar proposições que tramitam na Casa, relacionadas ao tema.

Entre as instituições convidadas estão o Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais (CEE-MG), o Fórum Estadual de Educação de Minas Gerais (Feemg), a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), a Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – Seção Minas Gerais (Undime-MG), a União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação de Minas Gerais (Uncme-MG), o Conselho de Acompanhamento e Controle Social do Fundeb, e o Conselho de Alimentação Escolar.

Também foram convidados o Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro), Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE), Associação de Diretores das Escolas Oficiais de Minas Gerais (Adeomg), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), União Estadual dos Estudantes (UEE) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG – Faculdade de Educação).