Em agosto, mediante investimentos da ordem de R$ 11,4 milhões, foi inaugurado em Betim o novo Design Center Latam - Crédito: Leo Lara/Studio Cerri

Passada a primeira etapa de pesquisas de mercado e público-alvo, bem como de análise de viabilidade do novo veículo, inicia-se o processo de design, valorização e entendimento do produto.

É aí que começa o trabalho de outras áreas, visando o produto final para industrialização e equipes de design e engenharia trabalham juntas para tirar do papel o briefing conceitual.

“De 2002 para cá, a unidade de Betim evoluiu de montadora de veículos a um polo de desenvolvimento automotivo, contemplando diferentes etapas do processo de criação e produtivo. Isso é muito importante, pois conhecer o cliente e entregar o produto que ele quer é fundamental. No design a missão é entregar um produto encantador, que provoque um efeito imediato no cliente”, afirma o diretor do Design Center Latam, Peter Fassbender.

Para isso, em agosto, mediante investimentos da ordem de R$ 11,4 milhões, foi inaugurado o novo Design Center Latam, considerado o maior estúdio de design automotivo da América Latina, com cerca de 150 profissionais responsáveis pela criação de novos projetos.

Em uma área de 2.700 metros quadrados, divididos em dois pavimentos, o novo Design Center traz na bagagem o know-how de 17 anos de atividade, período em que foram desenvolvidos mais de 15 novos modelos e oito carros-conceito, todos da marca Fiat para os mercados brasileiro e latino-americano.

Fassbender ressalta que todos os produtos da FCA são desenvolvidos de forma colaborativa pelos times globais. Com uma equipe multidisciplinar, formada por designers, engenheiros, sociólogos, psicólogos, entre outros, o Design Center Latam mantém uma rotina intensa de intercâmbio com os polos de desenvolvimento da FCA na América do Norte, Europa e Ásia. “O desafio é sempre ir além e desenvolver mais. Os perfis podem ser alterados e cada região pede seu estilo”, completa.

Para isso, o espaço conta ainda com o laboratório de User Experience (UX), que possui simuladores desenvolvidos especialmente para testar a usabilidade de soluções de interfaces e conectividade, além de percepções do design interno e externo dos veículos. A FCA é a primeira no setor automotivo no País a investir na criação de um laboratório do tipo. Outra ferramenta do UX Lab é o simulador em realidade virtual, para avaliar acabamentos interno e externo, como cores e texturas.

Há, ainda, uma Sala Virtual, que tem como diferencial o projetor laser de tecnologia avançada, resultado de um investimento de mais de R$ 1 milhão. Com o novo equipamento, são projetados o veículo em tamanho real e os detalhes específicos de textura, recurso que proporciona avaliações mais próximas da realidade. Por fim, integrado à Sala Virtual e ao UX Lab, o Showroom é o espaço onde ocorrem as apresentações das várias fases dos projetos em desenvolvimento, até à aprovação final.

Uma nova onda de investimento está prevista para os próximos anos para a construção de um segundo prédio para abrigar os equipamentos de usinagem, impressora 3D, além de outros espaços.

LEIA TAMBÉM:

Fábrica da FCA em MG atinge 100% de autonomia

Safety Center demandou aporte de R$ 40 milhões

CP&D da FCA conta com dois mil técnicos e engenheiros