Complexo turístico e de lazer Terra Santa, na cidade de Trindade, conhecida como a capital da fé, passará por expansão - Crédito: Divulgação

Há 20 anos no mercado, o GR Group, sediado em Goiânia (GO), que atua no mercado imobiliário e na indústria do turismo e entretenimento com diversos hotéis, resorts, parques e atrações turísticas espalhados pelo País, fechou parceria com a empresa goiana Planalto Invest para expansão do complexo turístico e de lazer Terra Santa, na cidade de Trindade, conhecida como a capital da fé.

De olho no mercado mineiro, que hoje ocupa o terceiro lugar entre os visitantes de Trindade – atrás apenas de paulistas e goianos -, o CEO do GR Group, Gustavo Rezende, anunciou investimento de R$ 120 milhões nos próximos três anos. O plano contempla inauguração de mais 10 atrações no parque aquático temático Arca Parque até o final de 2019, construção de uma praia de piscina com ondas, um resort de luxo e um novo condomínio de chácaras.

“Minas Gerais já é um mercado muito importante para a cidade e também para nós. O mineiro vai muito para Caldas Novas (GO) – onde também temos empreendimentos – e todos os novos atrativos são pensados para acolher as famílias, então feito também para os mineiros”, explica Rezende.

Além de receber visitantes de Minas Gerais, o executivo já pensa em cravar os pés no território das Alterosas. Sem deixar escapar detalhes, diz apenas que as regiões do Triângulo e do entorno de Belo Horizonte são olhadas com atenção para a implantação de um resort. O anúncio desse possível investimento, onde a marca já tem alguns parceiros importantes, pode acontecer já em 2020.

Além de Minas Gerais, novos empreendimentos no Nordeste devem ser anunciados no ano que vem. Atualmente, o GR Group está presente no Sul, Sudeste e Centro-Oeste.
Enquanto isso não acontece, o foco continua no empreendimento de Trindade. O Complexo Terra Santa consiste em seis condomínios de chácaras a apenas 35 km de Goiânia. Com área total é de 3,6 milhões de metros quadrados, possui uma área verde de 664,5 mil m² e uma área de preservação permanente total de 315,7 mil m². Ao todo, são mais de 1.900 unidades em meio a mais de 7 mil árvores já plantadas e três nascentes de água preservadas.

A previsão é de que o Complexo Terra Santa receba 80 mil turistas este ano e, em 2021, 250 mil visitantes. Atualmente, o conjunto gera 200 postos de trabalho diretos e a expectativa é de que, quando concluído, abrigue 500 colaboradores diretos.

“Estamos na contramão da crise, fazendo investimentos importantes. Com as reformas estruturais – como previdência e tributária – sendo implementadas, tudo ficará mais fácil. Além disso, já tem mais capital estrangeiro entrando com mais segurança jurídica e financeira. Assim, nós estaremos prontos para a retomada da economia”, avalia o CEO do GR Group.