Publicidade
20/01/2018
Login
Entrar

Internacional

Email
A-   A+

Aportes no mundo podem chegar a US$ 1,5 tri

Genebra - Os investimentos no mundo podem atingir novo recorde em 2007, superando a marca de 2000. As estimativas são da ONU que, em seu relatório anual sobre investimento, prevê um fluxo que pode chegar entre US$ 1,4 trilhão e US$ 1,5 trilhão. Em uma pesquisa com empresas, 66% delas disseram que vão aumentar os investimentos nos próximos dois anos. A ONU, porém, não descarta que a instabilidade financeira possa frear o crescimento. Em 2006, os investimentos no mundo chegaram...
17/10/2007
Lula: países desenvolvidos travam Doha
Brazzaville - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva culpou os países desenvolvidos de travar a rodada Doha sobre o comércio internacional. Em cerimônia no palácio do governo da República...
16/10/2007
Emergentes: nova proposta para setor industrial
Brasil havia sinalizado cortes nas tarifas acima de 50%. Genebra - Às vésperas da cúpula entre Brasil, África do Sul e Índia em Pretória, os países emergentes prepararam uma nova...
16/10/2007
Algodão: disputa foi vencida
Genebra - O Brasil vence mais uma vez a disputa contra os subsídios dado pelo governo americano a seus produtores de algodão. Ontem, a Organização Mundial do Comércio (OMC) divulgou o...
16/10/2007
Pobres preferem Cristina de Kirchner
Pesquisa realizada também apontou que a classe média baixa deverá votar na primeira-dama. Buenos Aires - Na reta final da campanha eleitoral presidencial argentina, várias pesquisas...
12/10/2007
ONU reprova a política do etanol do Brasil
Organização acusa o país de desmatar a Amazônia e o Centro-Oeste . Genebra - O relator da ONU contra a Fome, Jean Ziegler, acusa o Brasil de estar "desmatando a Amazônia e acabando...
12/10/2007
UE: Brasil é entrave em Doha
São Paulo - O comissário europeu de Comércio, Peter Mandelson, pediu ao Brasil e a outros países emergentes que deixem claro que "não estão andando para trás" quanto aos compromissos com a...
12/10/2007
Empresas da Espanha serão investigadas
Genebra - Enquanto no Brasil os espanhóis saem como os grandes vencedores na licitação das estradas, na Europa as empresas da Espanha passam a ser investigadas por receber privilégios...
11/10/2007
Brasil pode ser líder em Doha
Para os Estados Unidos, país pode orientar os emergentes na conclusão da rodada . São Paulo - O secretário de Comércio dos EUA, Carlos Gutierrez, disse ontem que é importante que o...
11/10/2007
FMI: caiu a desigualdade social no país
Aumento da exportação de produtos agrícolas tem sido associado ao declínio das diferenças . Nova York - O Fundo Monetário Internacional (FMI) cita o declínio recente da...
11/10/2007
Chávez faz mais uma ameaça
São Paulo - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, afirmou na noite de anteontem que irá "desmontar progressivamente" o conceito da propriedade privada no país que, segundo ele, não tem...
10/10/2007
FMI reduzirá previsões de crescimento global
Informação foi divulgada pelo diário "The Wall Street Journal". São Paulo - O Fundo Monetário Internacional (FMI) irá reduzir as projeções para o crescimento das principais...
10/10/2007
EUA: Brasil quer tumultar rodada
Itamaraty havia pedido na OMC medidas de flexibilidade ao Mercosul. Genebra - O Brasil quer virar a Organização Mundial do Comércio (OMC) "de cabeça para baixo". O ataque foi feito hoje...
10/10/2007
Parceria em etanol com os angolanos
Brasília - Sete acordos entre os governos de Brasil e Angola e uma parceria na área de biocombustíveis serão assinados durante a visita do presidente Lula a Luanda, capital angolana, este...
10/10/2007
Projetos para proteger os mercados
Genebra - Em uma resposta à pressão dos países ricos para que as economias emergentes abram seus mercados, um grupo de 90 governos de países em desenvolvimento liderados pelo Brasil e pela...

páginas PrimeiraAnterior600601602603604605606607608609610SeguinteÚltimaDe 9060 até 9075 de 9280 registros
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.