O Governo de Minas Gerais assinou, na tarde de ontem, na Cidade Administrativa, um protocolo de intenções com o grupo francês Lactalis. O investimento de aproximadamente R$ 37 milhões fortalece a expansão das atividades do segmento de lácteos no distrito de Ravena, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Pouso Alto (Sul de Minas) e Antônio Carlos (Curral Novo), na região Central.

O benefício engloba três frentes vinculadas à captação de leite, à indústria e à logística. Em Ravena, o aporte facilita a instalação de linha de produção de composto lácteo, ampliação de área de estocagem e modernização do sistema de armazenagem. Em Pouso Alto, capacita a instalação de produção de queijo Brie e ampliação da linha de produção de queijo parmesão. Já em Curral Novo, ampliação da produção de queijos especiais.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Vitor de Mendonça, o apoio à empresa que já está em Minas Gerais fortalece o compromisso do Governo do Estado em respeitar as iniciativas privadas, atraindo cada vez mais investimentos.

“Nosso objetivo é fortalecer o desenvolvimento econômico no Estado, gerando emprego e renda”, afirmou.

A Lactalis se comprometeu em capacitar e contratar pessoal nas regiões das fábricas, além de privilegiar fornecedores locais. A ação fortalece as cadeias produtivas locais.

O diretor do Indi, João Paulo Braga, participou da assinatura e destacou a importância da atração de investimentos.

“O nosso compromisso vai além de atrair o investimento. Queremos nos relacionar com a empresa e acompanhar toda a sua trajetória no estado. O Indi atuará junto à Lactalis para identificar novos fornecedores com potencial de serem atraídos para o Estado”, disse.

Presente em mais de 200 países, o Grupo Lactalis tem atuação mundial no segmento de lácteos constituindo-se, também, no 15° maior grupo agroalimentar do mundo e o terceiro maior da Europa. É, ainda, líder mundial no mercado de queijos, sendo o primeiro produtor mundial de queijos DOP (Denominação de Origem Protegida) e queijos de leite cru.

No Brasil, a empresa possui as marcas nacionais Batavo, Elegê e Poços de Caldas, e ainda diversas marcas regionais, como Boa Nata, Da Matta, Balkis, Cotochés e DoBom. Com informações da Agência Minas.