Líder de vendas na Bahia há 15 anos, Bravo leva expertise para Zona da Mata mineira | Crédito: Divulgação

A concessionária da Volkswagen (MAN Latin America) na Bahia, Bravo Caminhões e Ônibus, foi nomeada pela montadora para assumir a concessão da marca na Zona da Mata, em Minas Gerais.

A nova operação da Bravo vai gerar cerca de 60 oportunidades de empregos diretos e contribuir com a economia local com produtos e serviços de alta qualidade, e uma geração de negócios acima de R$ 50 milhões no primeiro ano de atuação em 2020.

Líder na Bahia, esse será o primeiro movimento de expansão nacional da empresa, que pertence ao Grupo LM. No entanto, esse não é um mercado novo para o empresário Luiz Mendonça Filho, que há 20 anos investe no estado por meio de outros negócios: a LM Frotas e a AuraBrasil, que possuem filiais em Belo Horizonte.

“Acreditamos no Brasil. Por isso, de olho no futuro, ousamos em mais um grande investimento em Minas Gerais. Dessa vez, na área de caminhões”, destaca o presidente do Grupo LM, Luiz Mendonça Filho. O estado é o terceiro principal mercado do Grupo LM.

A empresa vai atuar na Zona da Mata com duas concessionárias em Muriaé e Ubá, região considerada extremamente rica por conta das indústrias alimentícias, moveleira, têxtil e do ramo eletricitário.

A diretora executiva, Alessandra Lobo, também destaca a possibilidade da Bravo participar de licitações para fornecer ônibus escolares para os 120 municípios que serão atendidos pelas duas concessionárias.

“O mercado é promissor com várias possibilidades de negócios, onde a MAN Volkswagen já atuava e era líder. Nossa responsabilidade é manter o crescimento da marca”, destaca Alessandra Lobo.

A diretora acrescenta que a trajetória de 25 anos junto com a MAN Volkswagen na Bahia, destes 15 anos liderando o mercado, será essencial nesse momento. “Nossa expertise e diferencial de atuar com foco na qualidade de atendimento nos dará fôlego para encarar esse desafio”, afirma.

A Bravo caminha para o 16º ano de liderança, com a participação de 30% das vendas de veículos pesados na Bahia, e estima para 2020 um crescimento da sua presença acima do mercado nacional.

Com a expansão para o estado vizinho, a concessionária também pretende crescer na participação em Minas Gerais, considerando o histórico de vendas da montadora na região. De acordo com Alessandra Lobo, o momento é oportuno para esse incremento.

“A crise econômica afetou diretamente o mercado de caminhões, mas agora começamos a ter um momento de expansão e recuperação”, conclui.