19/07/2018
Login
Entrar




DC RH

14/11/2013

BNI propõe troca de experiências

Daniela Maciel
Email
A-   A+
O mercado globalizado impôs às empresas e profissionais um nível de competição inédito. Para continuar no mercado e crescer, muitos encontraram em uma palavra aparentemente contraditória, "colaboração", a saída.

Criado nos Estados Unidos, em 1985, chega a Belo Horizonte o Business Network International (BNI). O sistema consiste em ajudar empresários e profissionais liberais a ampliarem seus negócios através do marketing boca a boca, em que os membros trocam referências entre si e indicam-se uns aos outros.

De acordo com a diretora assistente do BNI Brasil em Belo Horizonte, Karymi Maluf, os futuros membros normalmente são convidados a conhecer o sistema e quando se interessam em participar passam por uma avaliação de perfil. "Formamos grupos com no mínimo 20 pessoas de diferentes setores e atividades. Cada profissional tem exclusividade no seu ramo. Se temos, por exemplo, um advogado trabalhista, ele é o único no grupo, outro advogado só poderá entrar se for de outra área", explica Karymi Maluf.

A ideia é que, depois de formados os grupos, sejam eleitos coordenadores periodicamente e estes criem autonomia de trabalho. As reuniões são realizadas em espaços cedidos e o café é "financiado" pelos participantes. "Todo o trabalho é em forma de indicação. Você nomeia quem você gostaria de conhecer para fazer negócios. Você liga em nome da pessoa que te indicou para abrir as portas. O BNI não ganha comissão", avalia.

As reuniões semanais são feitas sempre antes do expediente. " a hora que o telefone não toca, a reunião não atrasou, o trânsito não ficou insuportável. A ideia é não atrapalhar o dia de trabalho. Reunimos quem tem uma visão diferente, fugindo do comum. No horário que os outros estão dormindo, nós estamos fechando negócios. Cada um se torna um vendedor qualificado e gratuito para os demais", afirma.

A expectativa é de que em pouco tempo, Belo Horizonte se torne uma referência e centro de treinamento da BNI para todo o Estado, que pode abrigar mais de 200 grupos. "O mineiro tem um perfil mais desconfiado, fechado para o desconhecido, entretanto receptivo quando um fornecedor ou prestador de serviço é apresentado por alguém de confiança. O nosso sistema, então, vem a calhar com essa característica", analisa.

O BNI chegou ao Brasil em 2009, começando as atividades em São Paulo, onde já existem 20 grupos operantes que reúnem 481 membros no total. De outubro de 2012 a setembro de 2013 deste ano, os participantes do BNI Brasil passaram mais de 16 mil referências, que significaram cerca de R$ 22,1 milhões em negócios.



Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

20/03/2018
Comece antes que seja tarde
Sem fluxo de caixa e investimento, empresas não conseguem se recuperar
20/03/2018
IDEIAS | 'Femômeno-Ilha" pode afetar crescimento prodissional
Você conhece ou já trabalhou em uma empresa com muitos anos de vida e que mantém seu modelo de gestão engessado? E com um colega que atua há muito tempo em um...
14/03/2018
Carreira vs. filhos preocupa 42% das mulheres
Colaboradoras se sentem preteridas para oportunidades no retorno ao trabalho depois da maternidade
14/03/2018
Profissionais mais maduros ganham espaço
Conhecimento, experiência, sabedoria, autoridade moral e capacidade de liderança são algumas das principais qualidades que podem ser encontradas em profissionais mais maduros ou...
14/03/2018
Ampliação de equipe é algo bom
Ampliar sua equipe é um ótimo sinal. Um excelente indicativo de que a empresa segue no caminho certo e, por conta do aumento de demandas e confiança dos clientes, precisa de...
› últimas notícias
Indústria pode recorrer à Justiça por repasse de verbas
Antecipação do abono anima CDL-BH
Em Minas, setor automotivo espera impulso com o Rota 2030
PBH cumpre 1ª etapa de auditoria
Demanda por cães de guarda cresce em BH
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.