18/08/2018
Login
Entrar

Finanças

10/03/2018

Ibovespa fecha a semana com valorização

Principal índice acionário do País subiu 1,63% na sexta feira e acumula alta de 13,05% neste ano
AE/Reuters
Email
A-   A+
Giro financeiro na bolsa de valores atingiu R$ 11,3 bilhões no pregão de sexta-feira/Luiz Prado/BM&F Bovespa
São Paulo - A perspectiva de que a liquidez internacional ainda não será interrompida com um aperto monetário mais forte nos Estados Unidos trouxe otimismo ao mercado acionário brasileiro em um dia de forte alta, em que o Ibovespa voltou a se firmar no patamar dos 86 mil pontos.

O índice à vista encerrou o pregão de sexta-feira com valorização de 1,63%, aos 86.371,41 pontos e giro financeiro de R$ 11,3 bilhões. O bom desempenho do mercado acionário brasileiro contribuiu para que o Ibovespa fechasse a semana com ganhos de 0,71% e de 13,05% neste ano.

O relatório de emprego do mercado de trabalho americano revelou aumento da criação de vagas, mas uma alta do ganho médio por hora trabalhada mais baixa que a prevista. A leitura dos analistas foi a de que, muito embora o aquecimento do mercado de trabalho esteja ocorrendo, não há aumento dos custos. Isso significa menor pressão inflacionária e, consequentemente, menor necessidade de o Federal Reserve (Fed) reduzir o gradualismo esperado pelos investidores no ritmo de elevação da taxa de juros local.

“Se os EUA não elevam tanto os juros, sobra dinheiro para o mundo, principalmente para os emergentes”, ressaltou Aldo Muniz Filho, analista da Um Investimento, notando que as commodities, como petróleo e cobre, foram beneficiadas também pelos dados. Entre as blue chips, destaque para a alta dos papéis da Petrobras 2,61% (ON) e 3,18% (PN).

Um dia após o anúncio da medida protecionista dos EUA, com a imposição da barreira tarifária para o aço e o alumínio, as ações das empresas do setor siderúrgico no Ibovespa se recuperaram. Segundo Soares, a abertura da possibilidade de negociações com países mostrou uma postura mais flexível do governo americano. CSN ON e Usiminas fecharam em alta de 3,96% e 1,36%, respectivamente.

Em tempo: A B3 terá novos horários de funcionamento a partir da próxima segunda-feira. A fase de pré-abertura para negociação de ações no mercado à vista será das 9h45 às 10 horas, com início das negociações às 10 horas. O call de fechamento ocorrerá entre 16h55 e 17 horas, com a negociação do after-market entre 17h30 e 18 horas.

Leia também:
Dólar recua com otimismo dos investidores


Destaques – Embraer avançou 6,99%, maior alta do Ibovespa, recuperando-se das perdas da véspera, conforme as atenções voltaram para o longo prazo e negociações entre a fabricante brasileira de aviões e a norte-americana Boeing sobre possível acordo.

BRF subiu 6,11%, também na ponta positiva, em sessão de recuperação, na esteira da robustez da bolsa. Operadores também citaram ruídos sobre interessados na companhia após uma série de reveses que derrubaram os preços das ações da companhia. No setor, JBS fechou em alta de 4,49% e Marfrig valorizou-se 3,99%.

MRV avançou 3,28%, tendo no radar balanço do último trimestre de 2014 divulgado na noite da véspera, com lucro de R$ 180 milhões, e anúncio de que pagará R$ 155 milhões em dividendos extraordinários.

Bradesco PN teve elevação de 2,14%, endossando o viés positivo no pregão, com todos os papéis do setor bancário do Ibovespa no azul. Itaú Unibanco subiu 1,38%.
Vale subiu 1,54%, beneficiada pela melhora do humor como um todo, revertendo perdas do começo da sessão em razão da nova queda nos preços do minério de ferro na China.

Cielo ON encerrou em baixa de 3,65%, piorando no final da sessão, diante do anúncio de que o ex-presidente da maior empresa de meios de pagamento do País Rômulo Dias foi indicado para presidir o grupo de internet UOL, que controla a rival da Cielo, PagSeguro.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/08/2018
Dólar encerra 2ª semana em alta
Na cena interna, pesquisa de intenção de votos acabou impactando humor de investidores
18/08/2018
Indicador avança 0,67% em nova prévia de agosto
Rio de Janeiro - O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) subiu 0,67% na segunda prévia de agosto, após ter aumentado 0,53% na segunda prévia de julho. A...
18/08/2018
Demora em reformas pode afetar progresso
Brasília - O Banco Central (BC) afirmou, na sexta-feira (17), em seu Boletim Regional, que “o nível de incerteza relativo ao ritmo de implementação de reformas e...
18/08/2018
Ibovespa recua e acumula queda de 0,6%
São Paulo - O Ibovespa caiu na sexta-feira (17), revertendo a alta da semana, diante de maiores receios com a cena eleitoral e a apreensão envolvendo a Turquia, com as...
17/08/2018
Mercado revê projeção e estima déficit menor no ano
Segundo boletim Prisma deste mês, rombo no País deve ser de R$ 148,1 bi
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


18 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.