Publicidade
23/04/2018
Login
Entrar

Economia

14/03/2018

Telefonia móvel pós-paga fica em 1º lugar em pesquisa de satisfação

ABr
Email
A-   A+
O resultado da pesquisa de satisfação e qualidade dos serviços de telecomunicação divulgado ontem pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostra o serviço de telefonia móvel pós-paga em primeiro lugar na avaliação dos usuários em 2017.
Em segundo e terceiro lugares aparecem os serviços de TV por assinatura e telefonia fixa. A telefonia celular pré-paga e o serviço de banda larga fixa tiveram as piores avaliações dos consumidores.

No total, foram realizadas 140 mil entrevistas, de 26 de julho a 3 de dezembro de 2017. Os usuários atribuíram notas de 0 (nada satisfeito) a 10 (totalmente satisfeito) às suas prestadoras de telecomunicação e serviços ofertados.

Segundo a Anatel, a telefonia móvel na modalidade pós-paga marcou 6,99 pontos e foi o único serviço a melhorar em todos os sete indicadores avaliados (canais de atendimento, atendimento telefônico, oferta e contratação, funcionamento, cobrança e recarga, reparo e instalação, e capacidade de resolução das demandas dos consumidores). Em 2016, o serviço recebeu 6,86 pontos.

O estado com o serviço de celular pós-pago melhor avaliado foi o Amazonas, onde obteve 7,23 pontos. Entre as prestadoras, a melhor avaliada, com 8,32, foi a Porto Seguro. A empresa opera nos estado de São Paulo e Rio de Janeiro. Em seguida vem a Vivo, com 7,26; e a TIM, com 7,16.

A TV por assinatura teve nota final de 6,93. O estado que apresentou a maior satisfação com o serviço foi o Maranhão, com 7,42 pontos. Entre as prestadoras, a melhor avaliada foi a Nossa TV, com 8,96 pontos. Em seguida vem a Cabo Telecom, com 7,68, que tem forte presença no Rio Grande do Norte; e a Claro, com nota final 7,24.

Já o serviço de telefonia fixa recebeu avaliação final de 6,92 em 2017. O resultado é praticamente estável em relação ao ano anterior, quando marcou 6,93. A nota mais alta, de 7,24 pontos, novamente ficou com o Amazonas. Entre as prestadoras, as melhores avaliadas por seus consumidores estão a Sercomtel, com 8; a Algar Telecom com 7,69; e a TIM, que marcou 7,58.

Pré-paga - Apesar de ter melhorado em relação à pesquisa anterior, a telefonia móvel pré-paga ficou na frente apenas do serviço de banda larga fixa, o pior entre os cinco serviços avaliados. Em 2017, os entrevistados atribuíram nota final ao serviço pré-pago de 6,83, contra 6,78 em 2016.

De acordo com a Anatel o estado que apresentou maior satisfação foi Rondônia, que marcou 7,18. Entre as prestadoras, as que operam regionalmente obtiveram os melhores resultados. Com avaliação final de 7,71, a Sercomtel, que atua no interior do Paraná, ficou em primeiro. Em seguida, vem a Algar Telecom, que atua na região do Triangulo Mineiro e parte de Goiás e São Paulo, com 7,41. Em terceiro ficou a Claro, com 6,92.

A pior avaliação ficou com a banda larga fixa, que marcou 6,23. O serviço caiu em relação à avaliação de 2016, quando obteve 6,26 de nota final. “Foi o único dos serviços de telecomunicações a apresentar queda significativa no ano passado”, disse a Anatel.

A maior satisfação com o serviço foi no Rio Grande do Norte, com 7,04. As prestadoras mais bem avaliadas são a Cabo Telecom, com nota final de 7,64; a TIM, que marcou 7,54; e a Brisanet, que atua principalmente no Nordeste e recebeu 7,28 de nota final.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/04/2018
Minas tem superávit de 14 mil empregos
Estado registra saldo positivo na geração de postos formais de trabalho pelo terceiro mês consecutivo
21/04/2018
Codemge lança edital para projetos estruturais
Companhia também já trabalha, em outra linha, para obter o licenciamento ambiental do novo distrito
21/04/2018
Justiça adia acordo entre Samarco e Ministério Público Federal
O possível acordo que seria estabelecido entre o Ministério Público Federal (MPF) e a mineradora Samarco e suas controladoras Vale e BHP Billiton Brasil para...
21/04/2018
Usiminas tem lucro líquido de R$ 157,2 mi
A Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais (Usiminas) encerrou o primeiro trimestre com lucro líquido de R$ 157,2 milhões. O resultado confirma a curva ascendente dos resultados da...
21/04/2018
Venda de veículos novos avança na Capital
As concessionárias de BH venderam mais veículos novos no primeiro trimestre de 2018 na comparação com o mesmo período do ano anterior. O resultado positivo pode...
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de abril de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.