24/06/2018
Login
Entrar

Negócios

09/06/2018

Processo de renovação é mais ágil

Daniela Maciel
Email
A-   A+
A Laboroil – empresa especializada em óleos lubrificantes e outros produtos como graxas, diesel, biodiesel e líquido de arrefecimento, para monitoramento de desgaste, contaminação e de condições de uso desses elementos e equipamentos automotivos e industriais – localizada no bairro Itapoã, na região da Pampulha, já completou a primeira renovação da certificação.

De acordo com a coordenadora da Qualidade da Laboroil, Maria Amélia Barros, a primeira certificação foi em 2009. “Dessa vez foi bem mais fácil. Na primeira vez foi quase um ano para redação dos documentos e adequação dos processos. Não tínhamos noção do quanto o processo ia mexer com a empresa. Atacamos os pequenos e muitos ‘feudos’ de conhecimento que existiam. A empresa cresceu e amadureceu muito com a chegada da ISO”, relembra Maria Amélia Barros.

Com uma equipe de 38 pessoas, a executiva enfrentou uma resistência natural no início do processo. “Com a ISO os problemas aparecem, não adianta querer esconder. Erros, falta de sincronia, falta de treinamento. Conseguimos rastrear os problemas. Então as soluções se tornaram estruturais”, pontua a diretora de Qualidade da Laboroil.

Na Seive Indústria Comércio e Serviços de Proteção Contra Incêndio, instalada no Bairro das Indústrias (região do Barreiro), a primeira tentativa foi frustrada. Segundo o diretor-geral da Seive, José Seabra Júnior, foram seis meses de trabalho em 2009. Ele comanda um time de 16 profissionais.

“Na segunda vez tínhamos experiência e tudo foi bem mais fácil. Foram três meses. Para a ISO 9001 o ponto chave é o treinamento do pessoal. Fiz auditoria interna para saber os problemas, as falhas. Só marquei a visita quando me senti seguro. Fui o primeiro entrevistado. Se o dono não passa pelo auditor, o processo nem continua”, destaca Seabra Júnior.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

23/06/2018
Franchising também é lugar de inovação
Padronização das operações pode servir para replicar as mudanças de forma mais ágil nas empersas
23/06/2018
Grandes redes são confundidas com franquias
Empresas se expandem com operações padronizadas e capilaridade semelhante ao do setor
23/06/2018
Clinicerta inaugura a sua primeira unidade em BH
Investimento totalizou R$ 1,2 mi
23/06/2018
Franqueado é parte essencial no processo de inovar
Na busca pela inovação no franchising, o franqueado aparece como um dos principais atores. O presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior, lembra que é o franqueado que...
23/06/2018
Outback privilegia seus funcionários
Com 92 restaurantes espalhados em 38 cidades e 15 estados do Brasil, a rede de restaurantes Outback Steakhouse também se destaca por sua padronização em atendimento,...
› últimas notícias
Torcida não aquece as vendas no hipercentro
Prestadoras de serviços terrestres cogitam dispensa de pessoal com reoneração
Liminar contrária não abala Mendes Júnior
Primeiro leilão da Aneel prevê R$ 6 bi
BR Distribuidora aguarda decisão do TRT para mensurar os impactos
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


23 de junho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.