23/07/2018
Login
Entrar




DC Inovação

17/11/2017

12 projetos foram selecionados pelo Anima Nest/Go Minas

Cada iniciativa receberá aporte de R$ 7,5 mil
Mirian Pinheiro
Email
A-   A+
Após um processo de seleção concorrido, 12 projetos inovadores foram selecionados para participar do programa de pré-aceleração de startups desenvolvido pela Faculdade Una Uberlândia, o Anima Nest/Go Minas, desenvolvido em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae-MG). Cada projeto receberá investimento de R$ 7,5 mil, que poderá ser utilizado no desenvolvimento das ideias por meio de atividades que serão realizadas no centro de inovação Anima Lab Una Uberlândia.

O primeiro colocado ganhará uma missão para o Vale do Silício: um curso no Udacity para um dos integrantes do grupo e outro na Startse. O segundo colocado terá direito a uma missão para Belo Horizonte para dois componentes da equipe, além de cursos internacionais no Udacity e na Startse para dois integrantes. Já o terceiro colocado ganhará cursos no Udacity e na Startse para três integrantes.

De acordo com a diretora da faculdade, Elaine Benfica, além dos investimentos na construção do Anima Lab, que foi superior a R$ 120 mil, preparando o espaço para receber os agentes de inovação, foi realizado também com o Sebrae um investimento de quase R$ 100 mil no fomento dos projetos. “É muito importante destacar que todos estão ganhando algo muito importante e essencial para o desenvolvimento de suas ideias, que é a capacitação por meio de especialistas durante as consultorias e reuniões de instrutoria, além do acesso e convivência mais próxima com o ecossistema de inovação da cidade”, avalia.

Fidelidade ao conceito - Elaine Benfica diz que, para esta primeira edição, serão contemplados aproximadamente 50 empreendedores - escolhidos por meio de uma seleção, no início deste semestre. “Grupos com pelo menos três empreendedores, com idade mínima de 18 anos e formados por ao menos um aluno, professor ou colaborador da Una, inscreveram seus projetos”, explica.

Uma das exigências foi a de que apresentassem propostas de negócios coerentes com o conceito de startup, que pode ser definida como uma organização temporária, construída para buscar respostas que promovam a obtenção de um modelo de negócio que seja recorrente e escalável. O programa poderá ter novas edições.

Segundo o analista de negócios do Sebrae-MG, Fabiano Alves, o Grupo Anima - do qual faz parte a Faculdade Una - solicitou o apoio do Sebrae, que estuda a possibilidade de novos investimentos em outras cidades mineiras. Além do Sebrae-MG, o projeto tem o apoio da Algar Ventures (parceira da Endeavor e desenvolvedora de programas de aceleração de startups) e a Startse.

Nova fase - O programa está na fase de desenvolvimento dos projetos, que deverão ser concluídos até o fim do ano, quando acontecerá a escolha dos melhores a serem premiados. Esta parte do desenvolvimento teve início em setembro, com um painel sobre a importância de um programa de aceleração para o caminho da startup e a dinâmica de mentoria cruzada, em que os praticantes tiveram a oportunidade de receber dicas e troca de informações com profissionais especializados.

Segundo a diretora, as atividades essenciais e obrigatórias do programa têm duração total de aproximadamente 150 horas, contando com um encontro de alinhamento, 12 consultorias individuais e 12 instrutorias coletivas, ambas por meio de reuniões semanais de aproximadamente duas horas e ações de difusão com o ecossistema da cidade. “Estas ações acontecem, por exemplo, por meio de interações com empreendedores mais maduros, instituições de ensino, agências de desenvolvimento, incubadoras, entre outros”, observa.

“Como a ideia é de incentivar o empreendedorismo de equipes, não foram aceitos projetos com autorias individuais, o que permitiu inclusive a participação de equipes multidisciplinares”, comenta. Foram dezenas de inscritos e a seleção se deu por meio de uma banca que assistiu à apresentação presencial do pitch das equipes, avaliando além dos critérios relativos à proposta e negócio, aspectos como a disponibilidade para participar das etapas, a presença de pessoas de mais de uma área e o perfil empreendedor da equipe.

Oportunidade - Segundo Alves, implementar a cultura de inovação na faculdade foi uma das razões prioritárias para o incentivo da entidade, que já estava desenvolvendo um projeto nesses moldes na cidade por meio do Go Minas, programa de pré-aceleração do Sebrae-MG, composto por consultorias, mentorias e capacitações para as startups e empresas que desejam acelerar sua evolução e tornar seus objetivos em realidade. “Não podíamos deixar de apoiar um programa de aproximação entre mercado e escola. Além de incentivar o empreendedorismo, este programa estimula a criação de um negócio inovador”, afirma.

Desde que a Una chegou a Uberlândia, em outubro de 2016, Elaine Benfica diz que perceberam de forma ainda mais clara que se tratava de uma cidade empreendedora, com grandes exemplos locais que inspiraram novas ideias e a busca de oportunidades. Pensando em incentivar este espírito empreendedor de forma prática, resolveram montar o Anima Lab Una Uberlândia, com a intenção de ter um centro de inovação para atender não apenas os alunos, mas a comunidade. “O Anima Lab, que já existe na Capital, foi inspirado no Movimento Maker - ou cultura mão na massa”, diz.

Daí, o ambiente do centro de inovação ser voltado à pesquisa, desenvolvimento tecnológico e empreendedorismo, oferecendo espaços de convívio, coworking e os laboratórios maker. “Com designer moderno e atraente, o espaço é um local propício para estudantes e a comunidade criarem seus projetos e desenvolverem protótipos com tecnologia de ponta”, completa.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

16/03/2018
Americana Airfox investe US$11,5 mi na expansão para o País
Negócio promete crédito sem burocracia às classes D e E
16/03/2018
Anjos do Brasil fecha acordo com o WBAF
Receber investimento anjo no Brasil é a aspiração de quase todas as startups. Mas receber aporte de um investidor no exterior, que traz consigo know how para a...
16/03/2018
BeeCâmbio negocia 22 moedas on-line
Comprar moeda estrangeira em Belo Horizonte ficou mais fácil com a chegada da startup paulista BeeTech à Capital. Por meio do seu produto BeeCâmbio, a empresa oferece a compra e...
21/02/2018
Empresas tradicionais se rendem à cultura das startups
Desejo de mudança acontece quando elas se sentem ameaçadas
21/02/2018
Seed impacta economia gerando emprego e negócios
Considerado um dos maiores projetos públicos de aceleração de startups da América Latina, o Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development (Seed) deve abrir, nas...
› últimas notícias
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Minas mantém sequência de superávit
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


21 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.