Publicidade

DC RH

02/02/2017

24% dos brasileiros mudaram de emprego no 2º semestre de 2016

Email
A-   A+
São Paulo - A multinacional holandesa de Recursos Humanos, Randstad, divulgou uma pesquisa sobre a mobilidade dos profissionais ao redor de 33 países entre os quais a empresa mantém operações. Os participantes, que representaram ao menos 400 pessoas empregadas, com idades entre 18 e 65 anos, responderam se haviam mudado de emprego nos seis meses que antecederam as entrevistas, realizadas em outubro e novembro de 2016.

Segundo o estudo, 24% dos brasileiros trocaram de empregador no período, índice que se aproxima ao da média global, que é de 22%. Desse total, 18% afirmaram estar desempenhando a mesma função, porém em outra empresa, e 6% fizeram um giro total na carreira. Há um ano, o Brasil registrava no mesmo levantamento 21% de trânsito de profissionais entre as companhias.

Hong Kong (24%) e Estados Unidos (26%) são nações que tiveram resultados mais semelhantes ao do Brasil e se posicionam entre as que apresentaram maior nível de mobilidade, lideradas por Malásia (29%) e Índia (36%). Na edição do ano passado, este grupo, composto pelos mesmos países, já aparecia na ponta da lista.

Do outro lado do ranking estão Luxemburgo e Hungria, ambos com 8%. Entre as populações da América Latina, o Brasil é o país da região com o índice mais alto, uma vez que Chile aparece com 19%, México, 11%, e Argentina, 10%.

As pesquisas da Randstad vêm indicando, ao longo dos anos, as tendências de mobilidade no mundo do trabalho e, nesse contexto, um dos destaques foi o fato da média global ter sinalizado, no primeiro trimestre de 2010, 15% de pessoas em transições de emprego (incluindo também as trocas de cargo). Ao longo dos anos, esses números foram crescendo, até chegar ao pico de 25% no ano de 2016. A margem de 10% representa um grande salto, no entanto, de acordo com o levantamento realizado pela companhia holandesa, ele aconteceu de forma gradual, principalmente a partir de 2014.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

15/03/2017
Perspectivas de contratação melhoram
Intenções para o 2º trimestre do ano atingiram o nível de -4% no Brasil, o melhor em dois anos
15/03/2017
Aumenta número de mulheres em cargos de CEOs e diretoras executivas
São Paulo - O índice de mulheres em cargos de CEOs e diretorias executivas no Brasil atingiu 16%, em 2016, crescimento de 5 pontos percentuais em relação ao ano...
02/02/2017
Salários no Brasil tiveram leve recuperação
São Paulo - A previsão divulgada pela Korn Ferry, por meio da divisão Hay Group, revela que os profissionais de todo o mundo devem esperar aumentos salariais reais na faixa...
02/02/2017
Ramacrisna tem solução para micro e pequenas empresas
Cumprimento de lei ganha novos contornos com o projeto "Aprendiz na Música"
02/02/2017
Visão de futuro pode garantir empregabilidade
Os últimos meses de 2016 apresentaram um cenário preocupante com índice recorde de desemprego, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.