Publicidade
24/04/2018
Login
Entrar

Economia

13/03/2018

Após reunião, servidores da Jucemg suspendem retomada de greve

Estado assumiu novo prazo para atender demandas
Ana Amélia Hamdan
Email
A-   A+
Trabalhadores da Junta mineira vêm reivindicando direitos desde agosto do ano passado/Alisson J. Silva
Os servidores da Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg) decidiram suspender a retomada da greve da categoria, o que poderia ocorrer hoje. Os trabalhadores ameaçaram dar início a outra paralisação, porque o governo não vinha cumprindo o acordo feito com a categoria. Entretanto, segundo a presidente da Associação dos Servidores da Jucemg (Asjuc), Alessandra Araújo, o Estado definiu novo prazo, até o próximo dia 16, para começar a cumprir as reivindicações da categoria. Ela informou que as datas foram acertadas pelo secretário de Estado da Fazenda, José Afonso Bicalho, em reunião na última quinta-feira (08).

Segundo Alessandra Araújo, ficou combinado que o pagamento de dias parados terá início em 16 de março e seguirá até julho, mediante a compensação dos mesmos. Os servidores já estão fazendo a reposição, com duas horas extras por dia e expediente também aos sábados. Um dos serviços mais prejudicados é o registro empresarial.

Como um novo acordo foi feito, a Asjuc suspendeu a assembleia da categoria que seria realizada hoje e poderia dar início à nova greve. “Esperamos que o Estado cumpra o estabelecido”, disse Alessandra Araújo. A paralisação dos servidores da Jucemg começou em agosto de 2017 e só chegou ao fim em 3 de janeiro.

Prazo inicial - Pelo acordo que colocou fim ao movimento, as reivindicações deveriam ter começado a ser cumpridas neste mês, o que não ocorreu. A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Estado da Fazenda para saber o motivo do atraso no cumprimento do acordo, mas não foi dado retorno até o fechamento desta edição.

Outros pontos do acordo também tiveram novas datas definidas. Entre eles, está a revisão do plano de carreira, principal reivindicação dos trabalhadores da Jucemg. Nesse caso, ficou definido o prazo de dez dias, prorrogado por até 45 dias, para a publicação da revisão.

Ainda foi acertada a publicação, em dez dias, de portaria criando grupo de trabalho para levantar a necessidade de provimento de cargos efetivos de técnicos e analistas de registro empresarial para realização de concurso público. Para tal, é necessário aguardar o Estado retornar ao limite de gastos com pessoal determinado pela Lei de  Responsabilidade Fiscal.

O pagamento da gratificação de R$ 86, também acertado para colocar fim à greve, vinha sendo cumprido, mas não estava regulamentado. Também ficou acertado que a regulamentação ocorrerá. Para averiguar denúncias de assédio moral será criada uma comissão. E, com o objetivo de combater o problema, será implantado um programa, no prazo de 45 dias.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

24/04/2018
Indústria mineira retoma crescimento
Após três meses seguidos de queda no nível de atividade, fábricas do Estado registram alta em março
24/04/2018
Entidades apoiam associativismo industria
Sensibilizar as empresas dos distritos industriais e polos econômicos de Contagem para que se organizem de forma associativa para a coordenação e gestão dos interesses e...
24/04/2018
Shopping Oiapoque terá segunda unidade
Inauguração do centro de compras popular, ao lado do Big Shopping, está prevista para 4 de agosto
24/04/2018
Argentina e Brasil podem alterar acordo ainda em 2018
São Paulo - Brasil e Argentina podem mudar, no segundo semestre deste ano, as regras do acordo de exportação e importação de veículos, que começou...
24/04/2018
Anglo negocia layoff de cinco meses
Medida afetaria empregados da produção tanto em Minas quanto no Rio de Janeiro
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


24 de abril de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.