19/08/2018
Login
Entrar

Negócios

10/08/2018

Dia dos Pais impulsiona as vendas de bebidas em Belo Horizonte

Estabelecimentos do ramo registram crescimento de aproximadamente 15% por conta da data comemorativa
Juliana Baeta
Email
A-   A+
A data e o inverno propiciam o maior consumo de vinhos/Divulgação
Para o Dia dos Pais, celebrado neste domingo (12), uma boa pedida é presentear com um vinho de qualidade ou a bebida preferida. Por isso, muitos estabelecimentos especializados já registram um aumento de cerca de 15% nas vendas. E o produto serve tanto para presentear como para compartilhar nos jantares e almoços com a família.

“Na semana que antecede a data, temos uma boa movimentação. Como estratégia, costumamos indicar os vinhos para presente e consumo, e isso traz um aquecimento nas vendas. Não é uma data tão festiva como o Natal, que costuma dobrar o faturamento, mas é uma data pontual que faz as vendas aumentarem de 10% a 15% nesta época”, conta o sócio-diretor da Casa do Vinho, André Gontijo Martini.

Como estratégia, a marca indica produtos para a data na loja, faz promoções e também envia algumas indicações para o mailling de clientes cadastrados. Martini explica que a divulgação digital não ocorre somente com o foco no produto, mas também em conteúdo. “Não é só para vendas, é também para divulgar informações da área de vinhos e, a partir deste conteúdo, é que associamos algum produto. Também fazemos promoções do tipo compre duas garrafas e leva três ou leve a segunda garrafa com desconto de 50%”.

Além disso, o esquema de indicações e sugestões foi institucionalizado na empresa desde 2016, por meio de um chat na página da marca. “Aumentamos o número de visitantes e o grau de interesse das pessoas colocando à disposição no site em horário comercial uma sommelier para responder às dúvidas, fazer indicações, dar sugestões. Não é um robô, é uma pessoa que está ali conversando com os clientes”, conta.

Para a empresa, a data tem um sabor ainda mais especial por se tratar de um negócio de família. André e a irmã Luiza são a quarta geração à frente do negócio. Armando, o pai, junto à esposa Vera, ainda está na ativa. E foi o pai deste, Arthur Martini, que fundou a importadora de vinhos em 1947, considerada a mais antiga no ramo em Belo Horizonte.

Já na Casa Rio Verde, o Dia dos Pais é a segunda melhor data para os negócios, perdendo apenas para o Natal. “Acredito que o vinho é bem procurado nesta época porque é difícil dar presente para homem, e este é um produto sempre sofisticado, elegante, por isso cai tão bem para presentear. O movimento é maior a partir do meio da semana que antecede a data e fica mais intenso na sexta, sábado e no próprio domingo. Para este ano, a expectativa é repetir o mesmo crescimento que tivemos no Dia dos Pais no ano passado, que foi em torno de 20% nas cinco lojas em relação aos outros meses do ano, mas também esperamos um pouco mais porque inauguramos em março a nossa sexta unidade”, conta o gerente de varejo da marca, Renato Vinhal.

Para impulsionar ainda mais as vendas, a estratégia é a implantação de ofertas agressivas, como por exemplo, vinhos com até 40% de desconto. Mas uma boa forma de presentear também, como sugere Vinhal, é uma assinatura do Clube de Vinhos, na qual a pessoa recebe mensalmente kits selecionados de acordo com o seu grau de afinidade com a bebida. Para os assinantes, há ainda um desconto de 10% nas lojas físicas, uma maneira de fidelizar os clientes.

Na Garrafeira, também atuante no ramo de vinhos, e na Lolea, que vende as sangrias engarrafadas, ambas instaladas no Mercado da Boca, o clima para a data também é de celebração. “A gente sente uma melhora, principalmente nestas duas operações, por causa das pessoas que procuram alternativas para presentear os pais. Isso aumenta as vendas de 15% a 20% no local e também está relacionado ao inverno, porque o frio propicia o consumo do vinho”, conta Renato Badaró, sócio do Mercado. Ele também indica como presente o cartão da Boca com crédito para consumo, para que o pai possa escolher o que quer comer e beber no próprio Mercado.

Leia também:
Greve afeta a produção de cachaça


Preferência - Na Celevie, distribuidora de bebidas finas, o vinho ainda é a preferência para o público de Dia dos Pais, mesmo com outras variedades de bebidas à disposição, como espumantes, champanhes, licores, whiskys e vodkas. “Nesta data, normalmente, sempre é feita alguma divulgação nas redes sociais em cima dos vinhos tintos, e no geral, há um aumento de 10% a 15% das vendas em relação aos outros dias”, comenta.

Este ano, no entanto, a marca não investiu em divulgação para a data por conta da Feira Casar Belo Horizonte, que concentra a cadeia produtiva de casamentos, segmento que é o principal público da empresa, e que acontece justamente no fim de semana de Dia dos Pais.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/08/2018
Lar Imóveis investe em tecnologia
Empresa tem plano de aportes de R$ 2,5 milhões neste ano em transformação digital
18/08/2018
Congresso em Uberlândia deve girar R$ 40 mi
Mais de 5 mil pessoas são esperadas na segunda edição do Congresso Internacional de Tecnologia, Inovação, Empreendedorismo e Sustentabilidade (Cities), que...
18/08/2018
Empresários portugueses visitam polo da Capital
A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) quer atrair investidores para diversificar a economia de Belo Horizonte, especialmente nas áreas de inovação e...
18/08/2018
Empresas devem buscar a reinvenção no mundo atual
Tecnologia provoca mudanças
18/08/2018
Livros contam a história de Cícero Ferreira
Acontece nesta segunda-feira, no Salão Nobre da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o lançamento da biografia do fundador da Faculdade de Medicina de...
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


18 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.