16/08/2018
Login
Entrar

Economia

23/06/2018

Setor têxtil comemora manutenção de alíquota sobre importação

Gecex indeferiu redução de taxa de 35% para 20%
Leonardo Francia
Email
A-   A+
Atualmente, 85% do abastecimento de produtos têxteis do País são feitos pela indústria nacional/Alisson J. Silva
A indústria têxtil nacional, que enfrenta a forte concorrência com produtos importados, especialmente da China, há anos, comemorou o indeferimento, por parte do Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Gecex), da proposta da Associação Brasileira do Varejo Têxtil (Abvtex) de reduzir de 35% para 20% a alíquota do Imposto de Importação para quatro grupos de produtos do vestuário.

“Lutamos para mostrar para a Gecex que o pleito da Abvtex, que é uma entidade que representa apenas um quinto do faturamento do setor, não tinha cabimento, ainda mais considerando o argumento de ineficiência de abastecimento da indústria nacional”, afirmou o presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Fernando Pimentel.

Os quatro grupos de produtos que estavam dentro do pleito da Abvtex eram: jaquetas e casacos masculinos de fibras sintéticas e artificiais; calças, bermudas e shorts masculinos de fibras sintéticas; suéteres e pulôveres de fibras sintéticas e artificiais; e jaquetas e casacos femininos de fibras sintéticas e artificiais.

O presidente da Abit lembrou que 85% do abastecimento nacional são feitos pela indústria brasileira e apenas 15% da demanda é atendida pelas importações. Além disso, a produção doméstica alcança 5 bilhões de peças de vestuário por ano. O setor emprega cerca de 1,5 milhão de trabalhadores diretos e, segundo a entidade, é o segmento que apresentou a menor variação de preços entre todos os setores pesquisados desde a criação do Plano Real. “Não podemos abrir espaço para países que concorrem deslealmente com o Brasil”, pontuou.

De acordo com Pimentel, apesar de, em 2016, as importações do setor terem caído 43% sobre 2015, em 2017, os desembarques cresceram 50% em relação a 2017. No acumulado até maio deste ano, as compras externas do segmento aumentaram 33% na comparação com os mesmos meses de 2017.

Concorrência justa - O representante da indústria têxtil nacional explicou que, nos últimos anos, muitas empresas que tinham planos de investimentos acabaram abandonando os aportes porque perderam mercado para produtos importados. “Não temos nada contra a importação, mas queremos que a concorrência seja justa e leal”, reforçou.

Por fim, Pimentel destacou que “o varejo precisa construir uma relação de confiança com os fornecedores do setor para que o atendimento da demanda aconteça de forma organizada e estruturada”.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

15/08/2018
BH Airport amplia espaço para cargas
De janeiro a julho, o volume para embarques e importações aumentou 32%
15/08/2018
Brasil tem recursos para financiamento, diz Oliveira
São Paulo - O Brasil não tem restrições para financiar infraestrutura do ponto de vista de fontes de recursos, informou na terça-feira (14) para uma plateia de...
15/08/2018
Lucro líquido da Locamerica avança 196%
Valor salta de R$ 25,1 milhões, no 1º semestre de 2016, para R$ 74,3 milhões, no mesmo período deste ano
15/08/2018
Atividade do setor de serviços em Minas sinaliza retomada, com alta de 9,8%
Segmento recuperou perdas ante maio
15/08/2018
1ª parcela do 13º será paga em agosto e setembro
Brasília - Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber, ainda neste mês, a antecipação da primeira parcela do...
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


15 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.