19/07/2018
Login
Entrar




Finanças

11/07/2018

Taxas de juros têm baixa geral em junho

Email
A-   A+
Taxa média para pessoa física recuou 0,04 ponto percentual e para PJ, 0,08 ponto percentual/Divulgação
São Paulo - As taxas de juros em junho caíram em todas as modalidades para pessoas física e jurídica em relação a maio, segundo pesquisa feita pela Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). A queda se deu mesmo depois de o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) ter se decidido pela manutenção da taxa básica de juros (Selic) em 6,50% ao ano, no mês passado.

A taxa média de juros ao consumidor pessoa física caiu 0,04 ponto percentual na passagem de maio para junho, de 7,08% para 7,04%. A maior queda foi registrada no cartão de crédito, que recuou 0,09 ponto percentual, de uma taxa mensal de 12,02% em maio, para 11,93% em junho. O segundo maior recuo, de 0,06 ponto percentual, ocorreu na modalidade cheque especial, que saiu de 12,03% em maio, para 11,97% no mês passado.

O juro do comércio saiu de 5,30% em maio, para 5,28% em junho, em um recuo de 0,02 ponto percentual. O juro do Crédito Direto ao Consumidor (CDC) dos bancos para financiamento de automóveis também recuou 0,02 ponto percentual, de 1,89% ao mês em maio, para 1,87% mensais em junho. Já o empréstimo pessoal nas financeiras saiu de 4,02% ao mês em maio, para 4% em junho, em um recuo de 0,02 ponto percentual.

PJs - O juro médio sobre empréstimos para empresas caiu 0,08 ponto percentual, de 3,94% em maio, para 3,86% em junho. O juro sobre empréstimos para capital de giro recuou 0,10 ponto percentual de maio para junho, de 1,94% para 1,84%. O juro cobrado sobre as operações de crédito envolvendo descontos de duplicatas retraiu 0,07 ponto percentual, de 2,30% em maio, para 2,23% em junho.

O juro sobre a conta garantida - modalidade de Capital de Giro na qual a instituição financeira disponibiliza um limite de crédito, mediante abertura de uma conta corrente, com garantia de recebíveis ou até mesmo garantia real - caiu 0,09 ponto percentual, de 7,59% ao mês em junho, para 7,50% em junho.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/07/2018
Operações devem desacelerar antes da eleição
Para bancos, volatilidade do mercado e incertezas quanto à economia nacional vão afetar geração de negócios
19/07/2018
Ibovespa interrompe avanço e volta a fechar em baixa; dólar tem nova queda
São Paulo – O Ibovespa encerrou em baixa ontem, após quatro altas seguidas, pressionado principalmente pelo declínio das ações de bancos e da Ambev,...
19/07/2018
CVM suspende negociações de fundo imobiliário por suspeita de fraude
Rio de Janeiro - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) suspendeu a negociação de cotas do Fundo de Investimento Imobiliário (FII) Mérito...
18/07/2018
Itaú entra na disputa no micronegócio
Com POP Credicard, banco espera atingir segmento com grande potencial de expansão
18/07/2018
Toro lança corretora própria e inova no mercado
São Paulo - Depois de receber uma injeção de capital de R$ 46 milhões no ano passado, com a venda de uma fatia minoritária, a Toro Investimentos lançou...
› últimas notícias
Indústria pode recorrer à Justiça por repasse de verbas
Antecipação do abono anima CDL-BH
Em Minas, setor automotivo espera impulso com o Rota 2030
PBH cumpre 1ª etapa de auditoria
Demanda por cães de guarda cresce em BH
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.