19/07/2018
Login
Entrar




Internacional

11/07/2018

Tesla vai construir fábrica na China, a 1ª fora dos EUA

Empresa planeja atingir produção de 500 mil veículos por ano na unidade
Reuters
Email
A-   A+
Xangai - O presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, fez ontem um acordo com as autoridades chinesas para construir uma nova fábrica de automóveis em Xangai, a primeira fora dos Estados Unidos (EUA), que dobraria o tamanho da produção global da montadora de carros elétricos.

O acordo foi anunciado ao mesmo tempo em que a Tesla elevou os preços dos veículos fabricados nos EUA que vende na China para compensar o custo das novas tarifas impostas pelo governo chinês em retaliação às mais pesadas tarifas do presidente norte-americano, Donald Trump, sobre os produtos chineses.

Musk estava em Xangai ontem e o governo local disse que acolheu a decisão da montadora Tesla de investir não apenas em uma nova fábrica na cidade, mas também em pesquisa e desenvolvimento. A China pressionou muito para atrair mais talentos e capital investidos pelas montadoras globais em tecnologia avançada de veículos elétricos.

Objetivo - A Tesla planeja produzir os primeiros carros cerca de dois anos após o início da construção de sua fábrica em Xangai, chegando a 500 mil veículos por ano, cerca de dois a três anos depois, informou a companhia.

Isso tornaria a fábrica da Tesla em Xangai grande para os padrões da indústria automobilística, onde a maioria das fábricas é usada para construir de 200 mil a 300 mil veículos por ano, e aproximadamente equivalente à produção anual planejada para a fábrica da Tesla em Fremont, Califórnia.

Na tarde de ontem, as ações da montadora subiam cerca de 0,7% na Nasdaq, mesmo com alguns analistas questionando sobre como a empresa deficitária obterá o capital necessário para construir e contratar funcionários para uma fábrica tão grande, como a prevista.

O governo de Xangai sugeriu que poderia ajudar com alguns dos custos de capital. “O governo municipal de Xangai vai apoiar totalmente a construção da fábrica da Tesla”, disse em comunicado.

A montadora afirmou que o anúncio de ontem não afetará as operações de produção dos Estados Unidos, que continuam a crescer.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/07/2018
UE anuncia medidas de proteção contra importações de produtos de aço
Salvaguardas entram em vigor hoje
19/07/2018
Pompeo afirma que acordo de desnuclearização com Coreia do Norte pode demorar
Washington - Fechar um acordo de desnuclearização com a Coreia do Norte “pode levar algum tempo”, disse o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo,...
19/07/2018
Trump diz que "resultados virão", após encontro com Putin
São Paulo - O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump , disse ontem que se deu bem com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, na cúpula realizada pelos dois...
18/07/2018
Após polêmica sobre eleição, Trump tenta acalmar ânimos
Presidente disse que se expressou mal em entrevista
18/07/2018
Mais da metade dos venezuelanos que entraram já deixaram o Brasil
Brasília - Dos 127,7 mil imigrantes venezuelanos que entraram no Brasil pelo município de Pacaraima, na região de fronteira de Roraima, no ano passado e neste ano, mais da...
› últimas notícias
Indústria pode recorrer à Justiça por repasse de verbas
Antecipação do abono anima CDL-BH
Em Minas, setor automotivo espera impulso com o Rota 2030
PBH cumpre 1ª etapa de auditoria
Demanda por cães de guarda cresce em BH
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.