19/08/2018
Login
Entrar

Negócios

09/08/2018

Anac autoriza Norwegian a operar no País

ABr/Reuters
Email
A-   A+
Companhia aérea low cost deve iniciar as operações de voos internacionais entre Brasil e Europa a partir de janeiro de 2019/Wikimedia/Divulgação
Brasília e Santiago - A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) publicou ontem no Diário Oficial da União a autorização para o funcionamento da empresa aérea Norwegian Air em voos regulares no Brasil.

A empresa é terceira maior entre as de baixo custo que operam no continente europeu, conhecidas como low cost. De acordo com o despacho da Anac, a Norwegian vai operar em território nacional como empresa de serviço de transporte aéreo internacional regular de passageiro, carga e mala postal.

A autorização tem efeito imediato. Esta é a primeira empresa com este perfil autorizada a operar voos regulares no Brasil.

A expectativa é que a empresa comece a operar voos internacionais entre Brasil e Europa a partir de janeiro de 2019. Também há a possibilidade de a empresa pedir a liberação de voos entre Brasil e Argentina, onde a Norwegian já opera atualmente.

Leia também:
Pedidos de vistos cresceram 42% até julho


Latam - O tráfego de passageiros da companhia aérea Latam, a maior da América Latina, cresceu apenas 1,1% em julho sobre igual mês do ano passado, conforme o sólido desempenho em países de língua espanhola foi mitigado pela retração no Brasil, informou a empresa.

Sediada em Santiago, a Latam detalhou em seu comunicado que a taxa de ocupação caiu 2,1 pontos percentuais no mês, para 84%.

O transporte doméstico de passageiros nos países de língua espanhola --Argentina, Chile, Colômbia, Equador e Peru-- subiu 4,6% em julho. Por outro lado, no Brasil, maior mercado da Latam na região, houve queda de 0,4%.

Enquanto isso, o tráfego internacional de passageiros, incluindo rotas regionais e de longa distância, cresceu 0,8% no mês passado, representando quase 57% do total.
No acumulado até julho, o tráfego de passageiros da Latam cresceu 2,5% sobre igual período de 2017.

Já a Azul anunciou ontem que a alta temporada de julho foi bastante movimentada. Durante o período, 1.200 voos extras foram adicionados à malha aérea já existente da companhia, que também criou de dez novos mercados (rotas). Ao todo, foram realizadas aproximadamente 24 mil operações, movimentando mais de 2 milhões de clientes pelo Brasil e exterior. Mesmo com o acréscimo de voos à malha e com as tradicionais mudanças meteorológicas nesse período, a companhia conseguiu manter sua liderança na pontualidade. A Azul é a companhia mais pontual do Brasil no acumulado do ano de 2018.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/08/2018
Lar Imóveis investe em tecnologia
Empresa tem plano de aportes de R$ 2,5 milhões neste ano em transformação digital
18/08/2018
Congresso em Uberlândia deve girar R$ 40 mi
Mais de 5 mil pessoas são esperadas na segunda edição do Congresso Internacional de Tecnologia, Inovação, Empreendedorismo e Sustentabilidade (Cities), que...
18/08/2018
Empresários portugueses visitam polo da Capital
A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) quer atrair investidores para diversificar a economia de Belo Horizonte, especialmente nas áreas de inovação e...
18/08/2018
Empresas devem buscar a reinvenção no mundo atual
Tecnologia provoca mudanças
18/08/2018
Livros contam a história de Cícero Ferreira
Acontece nesta segunda-feira, no Salão Nobre da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o lançamento da biografia do fundador da Faculdade de Medicina de...
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


18 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.