19/07/2018
Login
Entrar




Negócios

14/04/2018

Atenção primária à saúde é o foco da diretoria

Nova gestão tomou posse na sexta
Thaíne Belissa
Email
A-   A+
Luiz Otávio Fernandes de Andrade destaca a necessidade de um novo modelo de saúde no Brasil/Washington Alves/Light Press
O foco em atenção primária à saúde será a bandeira da nova diretoria da Unimed Federação Minas, que assumiu a gestão da entidade na sexta-feira. Eleito para um mandato de quatro anos, o novo presidente, Luiz Otávio Fernandes de Andrade, garante que a gestão atual dará continuidade às conquistas da última diretoria, mas avançará no modelo de atendimento às pessoas, focando em proximidade e prevenção. Outra meta da nova diretoria é dobrar o número de clientes atendidos pela Unimed Aeromédica, passando de 2,5 milhões para 5 milhões.

Andrade explica que a necessidade de um novo modelo de saúde se faz necessário devido às mudanças nos perfis demográfico e epidemiológico da população brasileira. “No passado as pessoas adoeciam e morriam rapidamente. Hoje, elas vivem mais, mas também ficam mais tempo em tratamento, usando mais o sistema de saúde. Isso gera um problema de sustentabilidade dos sistemas de saúde, pois o custo aumenta. Qual a nossa proposta? Mudar o modelo de cuidado com a saúde, no sentido de ter um movimento mais ativo em direção a esse paciente, sem esperar que ele chegue doente. A ideia é resgatar a proximidade entre paciente e médico”, detalha.

O presidente lembra que a Unimed já oferece um plano com esse foco em atenção primária, sendo Minas Gerais o estado pioneiro nessa oferta. Mas ele explica que o objetivo da nova diretoria é transformar esse plano em uma ação maior dentro da federação. “Vamos estimular todas as Unimeds do Estado a se estruturarem para implementar esse modelo, que já é experimentado em todo mundo e que se mostra como o mais sustentável, o que gera maior satisfação entre os usuários e melhores resultados em saúde e que traz maior redução de custo para usuário”, afirma.

De acordo com ele, a Unimed Federação Minas tem hoje 67 cooperativas que disponibilizam 17,7 mil médicos cooperados e atendem 2,8 milhões de clientes. Além disso, as cooperativas empregam 8,2 mil colaboradores e geram R$ 1,2 bilhão em impostos por ano. Andrade afirma que federação tem 58% de participação de mercado e presença em 97% do território mineiro. “Na prática chegamos a 100% do Estado porque oferecemos o serviço de transporte aéreo de pacientes por meio da Unimed Aeromédica, que conta com dois aviões e um helicóptero no Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, na Pampulha, além de um helicóptero e um avião em São Paulo”, diz.

Importância - O executivo faz questão de reforçar a importância desse serviço de transporte, que já protagonizou momentos importantes no País, como o atendimento ao Papa Francisco, durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), o atendimento à Federação Internacional de Automobilismo (FIA), durante a realização do Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 e, recentemente, o atendimento às vítimas do incêndio criminoso na escola Gente Inocente, em Janaúba, no Norte de Minas.

De acordo com o presidente, o serviço de transporte aéreo da Unimed atende 2,5 milhões de clientes e a expectativa é dobrar esse número até 2022, chegando a 5 milhões. Para isso, a federação está investindo em novas formas de comercialização do serviço – inclusive e-commerce – e no aumento da capacidade de oferta. “Estamos trabalhando no esforço de mostrar aos clientes que o serviço não é um luxo e que, por um custo muito baixo, eles podem se prevenir, contratando esse benefício oferecido pela Unimed Aeromédica”, diz.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/07/2018
Demanda por cães de guarda cresce em BH
Algumas empresas apontam aumento no número de clientes, apesar de a crise ter impactado os negócios
19/07/2018
Brasil é o 2º país mais complexo da América Latina
Ranking foi elaborado pela IMF
19/07/2018
Google é multada em US$ 5 bilhões na Europa
Autoridades decidiram aplicar a penalidade por conta do uso do sistema Android para tirar rivais do mercado
19/07/2018
Domo Invest vai gerir fundo do BNDES para startups
Após processo de seleção envolvendo 14 concorrentes, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) definiu a Domo Invest como gestora do Fundo de...
19/07/2018
Ânima anuncia a compra de faculdade no Sul
São Paulo - A Ânima Educação anunciou ontem acordo para aquisição da Faculdade Jangada, em Jaraguá do Sul (SC), pelo valor de R$ 7,6...
› últimas notícias
Indústria pode recorrer à Justiça por repasse de verbas
Antecipação do abono anima CDL-BH
Em Minas, setor automotivo espera impulso com o Rota 2030
PBH cumpre 1ª etapa de auditoria
Demanda por cães de guarda cresce em BH
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.