22/07/2018
Login
Entrar




Agronegócio

06/07/2018

Azeites Serra da Mantiqueira conquista o mercado

Com apoio da Epamig, produtores mineiros têm boas opções de cultivares e tecnologias para processamento
Email
A-   A+
Neste ano, cinco rótulos do País conquistaram prêmios internacionais, sendo três da região mineira/ERASMO PEREIRA/EPAMIG/DIVULGAÇÃO
Os azeites de oliva extravirgens produzidos no Brasil têm se destacado pelo frescor e pela qualidade, incluindo os produzidos na Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais. O sabor marcante, a picância e as notas características da região onde são produzidos fazem com que estes azeites conquistem o mercado gastronômico.

Responsável pela primeira extração do azeite extravirgem no País, realizada em 2008, em Maria da Fé, no Sul de Minas, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), atua também na difusão de tecnologias sobre a olivicultura, no fornecimento de mudas de qualidade e no processamento do azeite. O lagar do Campo Experimental em Maria da Fé processou neste ano azeites de 15 propriedades da região.

“Atualmente a Epamig recomenda aos produtores interessados as cultivares: Arbequina (Espanhola), Grappolo 541 (Epamig), Grappolo 575 (Epamig), Grappolo 561 (Epamig), Ascolano 315 (Epamig), Koroneiki (Grécia), Arbosana (Espanhola), Maria da Fé (Epamig) e Frantoio (Itália)” informa o coordenador do Programa Estadual de Olivicultura da Epamig, Luiz Fernando de Oliveira, acrescentando que, ao iniciar o plantio de oliveiras para a produção de azeites, o produtor deve estar atento a questões de clima, solo, topografia e os cuidados necessários para implantação da cultura como escolha das cultivares, espaçamento, preparo do solo, linhas de carreadores, etc.

Na gastronomia, os azeites se destacam pela versatilidade, podendo ser combinados com vários alimentos, conforme observa a azeitóloga Ana Beloto. “O azeite pode ser usado como entrada, prato principal e até na sobremesa”. Para as variedades Grappolo, que possui picância, notas amargas e sabor marcante e Arbequina, que tem uma sabor amanteigado, mais doce, Ana Beloto sugere pratos salgados com sabores mais marcantes, além de serem usados durante a sobremesa no mousse de chocolate e com goiabada e queijo.

Para Ana Beloto, que acompanha os trabalhos de alguns dos produtores da região da Serra da Mantiqueira, o Brasil produz azeites de oliva de excelente qualidade e com uma vantagem: chegam frescos e em um intervalo curto após a sua extração na casa do consumidor e com sabores mais suaves e frutados, de amargo e picância distintos das de outras regiões produtoras mundiais. “Podemos encontrar um azeite com aroma frutado, herbáceo e com o máximo de sabor. Ainda temos muito que conhecer dos azeites e, em especial, dos mineiros,” completa Ana.

Premiados - Em 2018, ao menos cinco rótulos nacionais, sendo três da Serra da Mantiqueira, foram premiados em concursos internacionais. Dentre eles, está a marca Borriello, uma das vencedoras do concurso World’s Best Olive Oils New York 2018 na categoria Blend. A produtora Carla Retuci, que atua ao lado do marido Mario Borriello, conta que conheceu o trabalho da Epamig em pesquisas de olivicultura em 2007, ano que adquiriu 700 mudas da empresa, para fazer experimentação em sua fazenda em Três Barras.

Segundo Carla, as mudas da Epamig tiveram uma ótima adaptação à localidade, o que proporcionou a continuação do plantio. Hoje, a empresa Borriello conta com área de plantio de 19 hectares, sendo 10% das mudas de oliveira oriundas da Epamig em Maria da Fé, das variedades Arbequina e Grappolo, com uma média de extração total de 700 litros de azeite por ano.

A azeitóloga Ana Beloto, criadora do Blend premiado, destaca que para se ter um azeite ganhador de prêmios, o produto deve ser de extrema qualidade desde a colheita das azeitonas, produção do azeite e envase. “Também ter como diferencial a  complexidade de sabores e aromas, sua personalidade e a autenticidade da sua identidade de território gastronômico.” afirma.

Também foi premiado o Azeite Irarema, de Poços de Caldas (MG), na categoria Best in Class, com a variedade Blend, em abril deste ano, no World’s Best Olive Oils New York. O Azeite Orfeu, que fez suas primeiras extrações no lagar da Epamig, recebeu duas medalhas de ouro no concurso italiano EVO International Olive Oil Contest 2018. A fazenda fica localizada em São Sebastião da Grama, em São Paulo. (Com informações da Epamig)

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/07/2018
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
São Paulo - As exportações brasileiras de soja devem crescer no próximo ano para um novo recorde, de 75 milhões de toneladas, projetou na sexta-feira (20) a...
21/07/2018
Com demanda em alta, produção de etanol cresce 74% em Minas Gerais
Fabricação de açúcar tem queda de 17%
21/07/2018
AGROTÓXICOS | Pesquisa aponta riscos para a população que vive perto de áreas pulverizadas
São Paulo - Moradores de comunidades rurais, indígenas e quilombolas são vítimas de intoxicação por agrotóxicos, aponta relatório da...
20/07/2018
Minas Gerais debate flexibilização na lei de agrotóxicos
Para a Faemg, mudanças não diminuirão controle; para deputado Doutor Jean Freire, população será afetada
20/07/2018
Subsídios da Índia e Paquistão afetam mercado de açúcar
A Global Sugar Alliance (GSA), associação que congrega entidades de países produtores de açúcar, entre eles os responsáveis por mais de 80% das...
› últimas notícias
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Minas mantém sequência de superávit
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


21 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.