22/07/2018
Login
Entrar




Economia

19/06/2018

Boeing e Embraer formatam joint venture

Reuters
Email
A-   A+
Brasil quer que negócios da área militar fiquem com a Embraer/Sargento Batista
Rio de Janeiro - As negociações entre Embraer e a norte-americana Boeing tiveram avanços nos últimos dias e uma nova reunião para tratar da criação de uma joint venture global na área de aviação deve ocorrer esta semana, disseram três fontes à reportagem.

As negociações entre as duas empresas e o governo federal, que detém direito de veto sobre decisões estratégicas da fabricante brasileira de aeronaves, visam enfrentar uma parceria em aviação comercial que deve ser concluída em julho entre a canadense Bombardier e a europeia Airbus.

Um grupo técnico foi criado dentro do governo federal para estruturar a parceria entre Boeing e Embraer e conta com a participação de integrantes dos ministérios da Fazenda, Defesa e outros órgãos.

“Vamos ter uma reunião essa semana para tratar dos avanços”, disse a primeira fonte próxima do assunto. A ideia é que a joint venture englobe os produtos de aviação comercial das duas empresas.

De acordo com uma segunda fonte próxima ao assunto pelo governo, a Boeing deve ficar com 80% da nova empresa e a Embraer com 20%. O Brasil, de acordo com essa segunda fonte, quer que os negócios na área militar da Embraer, como aviões de combate e sistemas de radar, fiquem com a empresa brasileira.

“Esse é o ponto mais importante da negociação para o Brasil e todos estão debruçados em cima disso. A ordem é manter o desenvolvimento da tecnologia no Brasil e esse é um ponto relevante”, afirmou a segunda fonte. “O que está faltando é resolver a questão de pesquisa e desenvolvimento. Queremos garantir que fique no Brasil”, disse a segunda fonte.

As fontes não indicaram quando a reunião vai ocorrer nesta semana ou quando um acordo poderia ser alcançado. O colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, publicou na véspera que as duas empresas devem fechar um acordo em 15 dias.

Embraer e Boeing conversam desde o ano passado sobre uma eventual parceria, mas até agora não tornaram público nenhum dos termos das negociações.

Em maio, o ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, disse que estava otimista com o andamento das negociações e que esperava que as empresas acertassem um acordo ainda neste ano. Na ocasião, ele afirmou que “as empresas buscam um caminho de ganha -ganha entre elas. Esse caminho está sendo encontrado”, disse ele a jornalistas. “O que se busca é preservar o lado de Defesa da Embraer”, adicionou.

Consultadas ontem, a Embraer não comentou o assunto e a Boeing disse apenas que “as negociações continuam”.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/07/2018
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Estados de Minas e ES discordam do investimento da ferrovia fora da área de atuação
21/07/2018
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Em julho, índice que mede a confiança do setor no Estado voltou a recuar e fechou em 47,1 pontos
21/07/2018
Minas mantém sequência de superávit
Em junho, saldo foi positivo em 12.143 postos de trabalho, somando 91.506 no semestre e 45.995 em 12 meses
21/07/2018
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Brasília - O Brasil encerrou o mês de junho com o fechamento de 661 vagas de emprego com carteira assinada, de acordo com o saldo entre contratações e...
21/07/2018
Governo quer leilão da Eletrobras até agosto
Perspectiva de encerrar processo até o fim do próximo mês tentará evitar liquidação de distribuidoras
› últimas notícias
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Minas mantém sequência de superávit
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


21 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.