Publicidade

DC Mais

16/03/2017

Brasil e Coreia inauguram centro de tecnologia em MG

Daniela Maciel
Email
A-   A+
O Centro de Cooperação em Tecnologia da Informação Brasil-Coreia, unidade instalada no Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), foi inaugurado ontem, em Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas, fruto de uma parceria entre os governos brasileiro e sul-coreano.

De acordo com o coordenador de Inovação Tecnológica do Centro de Referência em Radiocomunicação (CRR) do Inatel e responsável pelo Centro de Cooperação em Tecnologia da Informação Brasil-Coreia, Guilherme Marcondes, o Inatel e a Agência Nacional da Sociedade de Informação da República da Coreia (NIA) assinaram o protocolo de cooperação em dezembro de 2016, em cerimônia em Brasília, e têm o apoio do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação (MCTIC) e do Ministério da Ciência, das Tecnologias da Informação e Comunicação e Planejamento Futuro da República da Coreia (MSIP).

“O projeto será financiado pela Coreia. Do lado brasileiro, como contrapartida, vamos disponibilizar infraestrutura e pessoal. O objetivo é aproximar as empresas coreanas com foco em tecnologia da informação do mercado brasileiro”, explica Marcondes.

O projeto, que tem duração prevista de três anos e orçamento total de US$ 1 milhão, destacará estudos no campo conhecido como “internet das coisas” (IoT), que estuda e desenvolve integração e comunicação entre dispositivos. Será aberto um escritório para receber os consultores coreanos que farão visitas programadas ao Brasil e equipamentos e tecnologias recebidas serão integradas ao laboratório de radiocomunicação que já existe no instituto.

“Vamos extrapolar os experimentos para a cidade, transformando Santa Rita em uma vitrine para a tecnologia. Podemos ter aplicações como monitoramento de segurança, do clima ou do fluxo de carros, por exemplo. Outro ponto importante é a criação de um ambiente de compartilhamento dos conhecimentos produzidos e de encontro entre os parceiros sul-coreanos e as empresas do Vale da Eletrônica, aqui em Santa Rita. Isso, certamente, vai promover oportunidades e intercâmbio e negócios”, afirma o responsável pelo Centro de Cooperação em Tecnologia da Informação Brasil-Coreia.

Definição de projetos - Após a inauguração, será feita a primeira reunião de trabalho, que decidirá os projetos iniciais. A partir daí, serão designadas as equipes. A expectativa é que, pelo menos dez profissionais sejam chamados, entre professores, engenheiros e alunos do Inatel.

“O Brasil ganha com essa inauguração um parceiro que está entre os mais avançados no desenvolvimento e uso da internet. Estudos como esses vão nos permitir, no futuro, democratizar o uso da tecnologia, tornando-a mais eficiente e barata. A geração de conhecimento faz com que os profissionais brasileiros melhorem sua atuação, independentemente de continuarem ou não no projeto”, pondera o professor.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

25/03/2017
MG é 'campeão' na lista do trabalho escravo
São Paulo - Depois de meses de disputa judicial, o Ministério do Trabalho e Emprego divulgou a chamada “lista suja” do trabalho escravo, informa a coluna Direto da Fonte...
25/03/2017
Curtas DC MAIS
Porto de Antuérpia A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), por intermédio de seu Centro Internacional de Negócios, juntamente...
24/03/2017
Agenda Cultural
Festival Inscrições abertas - O “Festival Som Plural” está com inscrições abertas. O evento será realizado nos dias 29 e 30 de abril,...
24/03/2017
Academia Mineira de Letras abre suas portas
Durante a minha ‘campanha’ por uma vaga na Academia Mineira de Letras, vivi emoção especial quando visitei o seu decano. Cheguei ao apartamento de Oiliam José, na...
24/03/2017
Curtas DC MAIS
Reformas em debate A OAB/MG promove na segunda-feira (27), das 9h às 18h, audiência pública para discutir as reformas da Previdência, trabalhista e sindical. A...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.