Publicidade
22 de June de 2017
Login
Entrar

DC Turismo

18/03/2017

Brasiliense Nobile chega à Capital

Empreendimento vai passar por reformulação que demandará aporte de R$ 400 mil
Daniela Maciel
Email
A-   A+
Conjunto Arquitetônico da Pampulha engloba a Capela São Francisco de Assis, o Museu de Arte da Pampulha, a Casa do Baile e o Iate Tênis Clube/Divulgação
Administradora de 32 empreendimentos hoteleiros espalhados pelo Brasil, a Nobile Hotéis, sediada em Brasília, chega a Belo Horizonte por meio de uma conversão de bandeira. O novo empreendimento, batizado Nobile Inn Pampulha, é um hotel econômico, com 208 quartos, localizado a menos de um quilômetro do Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, na região da Pampulha.

A unidade vai passar por uma reformulação na comunicação visual das áreas comuns, que demandarão investimentos da ordem de R$ 400 mil, o que garantirá mais modernidade e facilidades para os hóspedes.

Apesar da crise de superoferta vivida pela hotelaria da Capital, o vice-presidente de Vendas & Marketing da Nobile Hotéis, Ricardo Pompeu, aposta no mercado belo-horizontino como porta de entrada para Minas Gerais. “Acreditamos em um resultado muito bom e rápido. Há muito tempo nossos hóspedes vinham pedindo um empreendimento na cidade.

Sabemos que a crise ainda é grave e que só vamos recuperar o valor da diária média em 2019 mas, ainda assim, estar em Belo Horizonte é fundamental para o desenvolvimento da rede”, explica Pompeu.

Leia também
Quality Pampulha faz 3 anos


A Nobile assumiu também o setor de alimentação e bebidas (A&B) do hotel. Da equipe de 23 pessoas, 70% já pertenciam ao quadro de funcionários. A principal estratégia é concentrar todos os esforços de venda em uma só unidade. A proximidade com o aeroporto e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) são dois dos principais ativos da unidade.

“A possível reabertura do Aeroporto da Pampulha para voos entre capitais é uma grande notícia para nós. Além disso, estamos muito próximos à UFMG, que concentra um fluxo grande de professores, convidados e alunos não residentes na Capital. Outro fator importante é o recente reconhecimento que a Pampulha obteve como Patrimônio Cultural da Humanidade. Tudo isso, junto a um hotel que agrega serviços superiores aos da sua categoria e que é muito novo - inaugurado em 2014 - nos dá certeza do sucesso da operação”, afirma o vice-presidente do grupo Nobile Hotéis.

Além da Capital, o grupo já prospecta oportunidades em outras regiões de Minas Gerais. Uberlândia, no Triângulo, e Juiz de Fora, na Zona da Mata, devem receber as primeiras conversões ainda em 2017.

Além das bandeiras próprias - Nobile Inn, Nobile Suítes e Gran Nobile -, no Brasil o grupo tem alianças para administrar e franquear as marcas do Wyndham Hotel Group, maior grupo hoteleiro mundial, dentre elas Wyndham Grand, Wyndham Hotel, Tryp By Wyndham e Howthorn Suítes By Wyndham. Da Red Roof, rede hoteleira líder no segmento de hotéis econômicos nos EUA, as marcas são Red Roof Inn e Red Roof Plus.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/06/2017
Estrada Real ganha mapeamento on-line
Paisagem cultural será detalhada
17/06/2017
Master Turismo completa 30 anos de mercado
A experiência de vida do português que cruzou o oceano e escolheu o Brasil como sua nova morada se confunde com a história da Master Turismo. Fernando Meira Ribeiro Dias deixou...
17/06/2017
Campo das Vertentes de volta ao circuito
Com área de 3 mil km² e após ficar 8 anos extinto, produto agora será o 46º reconhecido em Minas
17/06/2017
Zarpo investe pesado no Estado
Dedicada ao público de alto padrão, o Zarpo se posiciona entre uma agência de viagens on-line e um clube de vantagens. Criada em 2011, em São Paulo, a aposta agora em um...
10/06/2017
São João ganha status de produto turístico
Minas tem várias opções "caipiras"
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.