20/06/2018
Login
Entrar

Política

17/02/2018

Câmara deve votar projeto de privatização até abril

Reuters
Email
A-   A+
Brasília - O cronograma de votação do projeto de lei com regras para a privatização da Eletrobras está “tranquilo”, em meio a turbulências geradas pela inédita intervenção na segurança pública no Rio de Janeiro, disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na sexta-feira (16).

A ação no Rio de Janeiro colocou em dúvida o andamento da proposta da reforma da Previdência no Congresso, uma vez que a Constituição veta emendas constitucionais na vigência de intervenção federal. Mas não há problemas para o projeto da Eletrobras.
Segundo Maia, vai ser criada uma comissão especial na Câmara para analisar a proposta enviada pelo governo. O parlamentar rebateu alegações de que a proposta seria apreciada até o próximo mês.

“Nunca falei que a Câmara votaria a Eletrobras em fevereiro ou março”, disse ele, em café da manhã com jornalistas na residência oficial.

Na semana passada, ele indicou que a votação poderia ser concluída até abril. O governo espera que a votação ocorra até junho.

Contudo, a proposta de privatizar a Eletrobras tem sofrido resistência por parte do Congresso Nacional, onde grupos de parlamentares prometem se colocar contra a medida, e partidos políticos e sindicatos têm entrado com ações judiciais para tentar atrasar ou inviabilizar o processo.

Com o processo, o governo espera arrecadar cerca de R$ 12 bilhões, em uma operação que deve ser viabilizada com uma oferta de novas ações pela Eletrobras.

A Eletrobras deve usar os recursos da operação para pagar um bônus de outorga bilionário à União em troca de melhores condições nos contratos de suas hidrelétricas.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

20/06/2018
AMM discute o pacto federativo
Pré-candidatos à Presidência da República expõem suas propostas de governo
20/06/2018
STF vai julgar novo recurso de Lula
Pedido para suspender a condenação do ex-presidente entra na pauta do dia 26
20/06/2018
Azeredo pede à Justiça para fazer curso a distância e trabalho interno
São Paulo - Preso no quartel dos bombeiros de Minas Gerais, em Belo Horizonte, para cumprir pena no mensalão mineiro, o ex-governador Eduardo Azeredo (PSDB) pediu à...
20/06/2018
Senado aprova projeto que autoriza a venda direta de etanol para postos
Brasília - O plenário do Senado aprovou ontem o projeto de decreto legislativo que autoriza a venda direta de etanol hidratado de usinas para os postos. Apesar da tentativa de...
20/06/2018
Comissão mista aprova relatório preliminar
Brasília - A Comissão Mista de Orçamento aprovou ontem, após acordo entre os parlamentares, o relatório preliminar do senador Dalirio Beber (PSDB-SC), da Lei de...
› últimas notícias
Novo cenário econômico impacta a construção civil
MRS firma parcerias para avançar
Camex susta antidumping a produtos de China e México
Compras das siderúrgicas retraem 3%
Anfavea e Finep estudam construção de centro de testes automobilísticos
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de junho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.