19/08/2018
Login
Entrar

DC Auto

03/08/2018

Câmbio automático para Gol e Voyage

Modelos da VW passam a contar com essa opção de transmissão em substituição à automatizada
AMINTAS VIDAL* de São Paulo (SP)
Email
A-   A+
A Volkswagen liderou o mercado brasileiro por anos. Em 2001, perdeu o reinado para a Fiat. Em “Uma Nova Volkswagen”, mote da recuperação, estão programados 20 lançamentos, até 2020, e um total de R$ 7 bilhões investidos para a montadora voltar  ao trono.

Gol e Voyage automáticos completam a metade das novidades, com a nona e a décima vaga desse pacote. Lançamentos como este compõem essa lista de efeito, “20 até 2020”, mas os produtos importantes são os novos modelos que terão a missão de liderarem seus segmentos.

Os compactos premium Polo e Virtus, e o SUV médio Tiguan All Space, foram os destaques dessa primeira fase. Para a segunda fase são esperados mais quatro utilitários, o que mostra a disposição da Volkswagen em reparar os erros de mercado que a levaram da primeira para a terceira posição.

Mercado - No primeiro semestre deste ano a empresa já recuperou a vice-liderança. Segundo Pablo Di Si, CEO da Volkswagen Região SAM (América do Sul, América Central e Caribe) e Brasil, nosso mercado cresceu, no período, 14%, mas a montadora avançou 33%.

Somente no mês de junho, o ganho foi de 26%, contra 3% da média. Atualmente, a GM lidera com 16,5% de participação no mercado de carros e comerciais leves. A Volkswagen já atingiu 15,1%, deixando a FCA (Fiat Chrysler Automobiles) com 14% das vendas.
Em 38 anos de mercado, é a primeira vez que o Gol recebe uma transmissão automática convencional. O câmbio I-Motion, oferecido anteriormente, era automatizado de embreagem simples.

Para destacar o novo câmbio, que vem acoplado ao motor 1.6 16V, a Volkswagen mudou o protocolo: divulgou a linha Gol e Voyage 2019 através de comunicados à imprensa e fez o lançamento das versões automáticas na própria fábrica, em Taubaté (SP).

A oferta de versões para Gol e Voyage foi a que sofreu as maiores alterações. Na linha 2017, era composta pelas versões City, Trendline, Track (apenas para o Gol), Comfortline e Highline. Com as variáveis entre número de portas, tipos de motores e câmbios, cores, equipamentos, entre outros, eram 441 combinações possíveis.

Em 2018, a linha foi reduzida para as versões Trendline e Track (apenas para o Gol), passando a 77 combinações. Agora, na linha 2019, a versão é única e, os opcionais, limitados a três pacotes.
Com as demais variações, Gol e Voyage passam a somar, apenas, 60 combinações possíveis, 87% menos que na linha 2017. Isso é bom para a produtividade da empresa, mas também propicia um carro mais equipado desde o pacote de entrada.

Design - Externamente, a dupla adotou a frente já usada na Saveiro e no Gol Track.  Faróis maiores e com dupla parábola (interligados por friso cromado), capô mais elevado e novo desenho do para-choque dianteiro. Grades e calotas completam as mudanças. Internamente, apenas novos padrões cromáticos e alguns materiais de acabamento caracterizam a linha 2019 de Gol e Voyage.

Os modelos são vendidos como os motores 1.0 com 8 válvulas e câmbio manual de 5 marchas, 1.6 com 8 válvulas e câmbio manual de 5 marchas, e o 1.6 com 16 válvulas acoplado ao câmbio automático de 6 marchas, a estrela do lançamento.

Nessa configuração, o Gol parte de R$ 54,58 mil. Já o Voyage, tem preço inicial de R$ 59,99 mil. São os modelos com câmbio automático mais baratos do mercado acoplados a um motor 1.6.

Equipamentos - Independente de motores e câmbios, os principais equipamentos de série para os dois modelos são:  dois airbags (obrigatórios por lei), cintos de segurança dianteiros com pré-tensionador, alerta de não utilização de cinto de segurança do motorista, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), sistema ESS (Emergency Stop Signal ou Sinal de Frenagem de Emergência), ar-condicionado, direção hidráulica, travamento elétrico das portas, vidros dianteiros com acionamento elétrico, banco do motorista com ajuste de altura, suporte para celular integrado ao painel com entrada USB, entre outros.

Os pacotes de opcionais são: Urban Completo (R$ 3 mil), Composition Touch (R$ 2 mil) e o  Discover Media (R$ 2,10 mil). O primeiro conta com rodas de liga leve de 15 polegadas (pneus 195/55 R15), alarme keyless, chave tipo “canivete” com controle remoto, espelhos retrovisores externos com ajuste elétrico, função tilt down para o retrovisor do lado direito, luzes indicadoras de direção integradas aos retrovisores, sensor de estacionamento traseiro, vidros elétricos traseiros, coluna de direção com ajuste de altura e distância, entre outros.

O Composition Touch traz sistema multimídia (Infotainment) com 4 alto-falantes e 2 tweeters, computador de bordo e volante multifuncional com comando de sistema de som. Esse sistema conta, ainda, com entradas USB, SD-card, conexão bluetooth e permite conectividade por meio do App-connect (Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink).

O Discover Media também permite conectividade avançada com os smartphones por meio do App-Connect (Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink). Sua tela colorida é sensível ao toque e possui sensor de aproximação.

Traz conexão bluetooth para até dois celulares e possui uma entrada USB. Ele apresenta recurso de navegação e interatividade com o painel de instrumentos. O MapCare permite a atualização periódica gratuita da base de mapas durante toda a vida do veículo.


POWERTRAIN UTILIZA O MOTOR 1.6 16V DE 120CV


Denominada AQ160-6F, a transmissão automática do Gol e do Voyage 2019 possui acoplamento por conversor de torque. Ela conta com bloqueio do conversor de torque que evita o deslizamento interno do componente e um recurso que o desacopla em semáforos, por exemplo, para economizar combustível.  Ela oferece a opção de trocas manuais sequenciais por meio da alavanca de câmbio ou, opcionalmente, por aletas (“borboletas”) atrás do volante. Também conta com o modo de acionamento esportivo (posição S), que altera os momentos das trocas de marchas para rotações mais elevadas, proporcionando acelerações mais rápidas.

O motor 1.6 MSI conta com quatro cilindros e 16 válvulas (4 válvulas por cilindro, sendo duas para admissão e duas para escape). Possui duplo comando de válvulas com variação na admissão. É bicombustível, tem bloco e cabeçote feitos de alumínio e volume total de 1.598 cm³.

Conta com sistema de partida a frio, que dispensa a utilização do tanque auxiliar para gasolina, entre outras tecnologias. Sua potência máxima é de 120 cv com etanol e 110 cv com gasolina a 5.750 rpm. O torque máximo é de 165 Nm (16,8 kgfm) com etanol e 155 Nm (15,8 kgfm) com gasolina, ambos a 4.000 rpm.

Com esse motor e câmbio, de acordo com a VW, o Gol acelera de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos e atinge 185 km/h de velocidade máxima (etanol). O Voyage, com o mesmo conjunto, acelera de 0 a 100 km/h em 10,2 segundos e atinge 190 km/h de velocidade máxima (etanol).

Primeiras impressões - Entre Guarulhos (SP) e Taubaté (SP), tivemos a oportunidade de guiar o Voyage automático apenas por 50km, pois o circuito foi compartilhado por três jornalistas. No breve contato, o conjunto motor e câmbio se mostrou muito bem acertado.

As trocas ocorrem de forma suave, silenciosas e sem falhas, tanto ao avançar quanto ao reduzir, exceto da segunda para a primeira marcha, quando ocorria um pequeno tranco.
Quando as acelerações foram mais bruscas, o giro do motor subiu mais que o necessário, normalizando após bloqueio do conversor de torque. Nesse momento, o ruído chegou a incomodar, mas o tratamento acústico se mostrou eficiente em velocidade de cruzeiro.
Também é digno de nota o acerto do conjunto da suspensão. Garantiu estabilidade, usual para a marca, mas não deixou de ser confortável, novidade para o modelo.

A demanda por carros com câmbio automático tem crescido no Brasil. Segundo a Volkswagen, eles representaram 40% das vendas em 2017 e chegarão a 60% até 2020.
Só para PCD (Pessoas Com Deficiência), foram vendidos 60 mil veículos no mesmo ano, 20% a mais do que em 2016. Explorar todos os segmentos é essencial para quem quer liderar. E a Volkswagen mostrou que não está deixando por menos.

*O colaborador viajou a convite da Volkswagen

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/08/2018
Cayenne, da 3ª geração, chega ao Brasil
Utilitário esportivo da Porsche apresenta novas opções de motores turbo e sistemas ativos de chassi
10/08/2018
Nova geração Scania chega ao Brasil
Dois anos após o lançamento na Europa, linha de caminhões é apresentada na América Latina
27/07/2018
Ford lança a linha 2019 do compacto Ka
Principal novidade é a versão FreeStyle, com motor 1.5 de 136 cv e câmbio automático de 6 marchas
20/07/2018
Câmbio automático para Polo e Virtus 1.6
Versão visa atender, principalmente, o público PCD e modelos ficam abaixo da faixa de R$70 mil
13/07/2018
Spin ganha novo design para a linha 2019
Segunda fileira de bancos passa a ser corrediça e versão aventureira tem opção de sete lugares
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


18 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.