Publicidade
21/10/2017
Login
Entrar

Economia

23/09/2017

Carrefour Brasil troca de presidente e anuncia a emissão de R$ 2 bi em notas

Reuters
Email
A-   A+
Recursos da operação serão utilizados para o reforço do capital de giro/Alisson J. Silva
São Paulo - O conselho de administração do Carrefour Brasil (Atacadão) escolheu Noël Prioux para substituir Charles André Pierre Desmartis no cargo de diretor-presidente da empresa, e aprovou ainda uma emissão de R$ 2 bilhões em notas promissórias comerciais.

A mudança no comando dos negócios da empresa no Brasil ocorre após a renúncia de Desmartis para se dedicar a projetos fora do grupo, com efeitos a partir de 2 de outubro, e faz parte de uma reorganização mais ampla anunciada nesta sexta-feira pelo novo presidente-executivo do Carrefour, Alexandre Bompard.

Em fato relevante, o Carrefour Brasil esclarece que a eleição de Prioux está sujeita à concessão de visto e que o diretor vice-presidente de Finanças e de Relações com Investidores, Sébastien Durchon, acumulará a função de diretor-presidente até a conclusão do processo, que pode levar 30 dias.

Segundo o comunicado, Prioux ainda ocupará a vaga deixada por Desmartis no conselho de administração do Carrefour Brasil. O colegiado também escolheu Frédéric Haffner para substituir Vincent Arnaud Xavier Abello como membro do conselho.

Desde que assumiu o cargo, Bompard vem se esforçando para revitalizar a segunda maior rede varejista do mundo. Paralelamente aos anúncios feitos no Brasil, ele nomeou Pascal Clouzard, então presidente do grupo na Espanha, como diretor-executivo para França.
O Carrefour ainda contratou Marie Cheval, que foi presidente do Boursorama, o banco on-line do Société Générale, como diretora-executiva de clientes, serviços e transformação digital. Já Jerome Nanty, antes secretário-geral da Air France-KLM, será o executivo responsável por recursos humanos na França.

Notas - Além das alterações na diretoria e do conselho, o Carrefour Brasil anunciou a emissão de R$ 2 bilhões em notas promissórias comerciais. Os recursos obtidos com a transação serão destinados ao pagamento de mútuos intracompanhia remanescentes, reforço do capital de giro e gestão dos negócios.

A emissão será efetuada em quatro séries de 100 notas promissórias cada ao valor unitário de R$ 5 milhões de reais, com prazos de 210, 272, 454 e 577 dias.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/10/2017
Indústria mineira projeta crescimento
Indicadores de renda e de inflação já favorecem o setor, que prevê aumento de 2% na produção neste ano
21/10/2017
PIB brasileiro volta a crescer em agosto, estima a FGV
Alta atingiu 0,2% no período
21/10/2017
Consumo de bens industriais no Brasil tem aumento de 2,5% em agosto
Rio - O consumo de bens industriais no País cresceu 2,5% em agosto ante julho, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O Indicador Ipea de Consumo Aparente da...
21/10/2017
Privatização pode onerar a indústria nacional
O alerta é do professor da UFRJ, Eduardo Costa Pinto, que propõe a abertura de capital das subsidiárias
21/10/2017
Cemig dispensa diretor, com previsão de novas substituições
Luiz Fernando Paroli estaria cotado para a presidência
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.