Publicidade
22/04/2018
Login
Entrar

Internacional

11/01/2017

China continuará a produzir menos aço e carvão

Email
A-   A+
Pequim - O principal órgão de planejamento econômico da China prometeu ontem continuar reduzindo a produção excedente de aço e carvão do país.

Segundo o presidente da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC, na sigla em inglês), Xu Shaoshi, as metas de corte na produção estabelecidas para o ano passado foram cumpridas e milhões de trabalhadores das indústrias de aço e carvão foram transferidos para outros setores.

Empresas de cimento e vidro também estão “ativamente” reduzindo a capacidade, ressaltou Xu.

Parceiros comerciais da China acusam o gigante asiático de vender a produção excedente de aço, carvão, cimento e vidro a preços muito abaixo do valor justo nos mercados internacionais. Recentemente, o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, acusou Pequim de práticas comerciais desleais e ameaçou retaliar com tarifas.

Expansão econômica - Xu também estimou que o Produto Interno Bruto (PIB) da China provavelmente cresceu em torno de 6,7% em 2016, dentro da meta oficial de 6,5% a 7%. Apesar dos crescentes desafios, as autoridades chinesas estão confiantes que conseguirão manter a expansão econômica em um “intervalo razoável”, disse o chefe da NDRC. (AE)

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

20/04/2018
Díaz-Canel assume presidência do país
Eleito é o primeiro governante fora da dinastia Castro a comandar nação em quase 60 anos
20/04/2018
Autoridades revelam que ataques contra Síria tiveram impacto limitado
Washington - Avaliações feitas pelos Estados Unidos (EUA) após os ataques de mísseis junto de Reino Unido e França contra a Síria mostraram que estes...
20/04/2018
União Europeia cogita novas sanções à Venezuela
Bruxelas - A União Europeia (UE) disse ontem que pode impor sanções adicionais contra a Venezuela se acreditar que a democracia está comprometida no país,...
19/04/2018
EUA confirma encontro com Coreia do Norte
De acordo com Trump, compromisso serviu para preparar eventual reunião entre ele e Kim Jong-un
18/04/2018
Economia da China cresce 6,8% no 1º tri, puxada pelo consumo
Elevação do indicador no período superou as projeções de especialistas
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de abril de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.