Publicidade
29 de May de 2017
Login
Entrar

Internacional

11/01/2017

China continuará a produzir menos aço e carvão

Email
A-   A+
Pequim - O principal órgão de planejamento econômico da China prometeu ontem continuar reduzindo a produção excedente de aço e carvão do país.

Segundo o presidente da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC, na sigla em inglês), Xu Shaoshi, as metas de corte na produção estabelecidas para o ano passado foram cumpridas e milhões de trabalhadores das indústrias de aço e carvão foram transferidos para outros setores.

Empresas de cimento e vidro também estão “ativamente” reduzindo a capacidade, ressaltou Xu.

Parceiros comerciais da China acusam o gigante asiático de vender a produção excedente de aço, carvão, cimento e vidro a preços muito abaixo do valor justo nos mercados internacionais. Recentemente, o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, acusou Pequim de práticas comerciais desleais e ameaçou retaliar com tarifas.

Expansão econômica - Xu também estimou que o Produto Interno Bruto (PIB) da China provavelmente cresceu em torno de 6,7% em 2016, dentro da meta oficial de 6,5% a 7%. Apesar dos crescentes desafios, as autoridades chinesas estão confiantes que conseguirão manter a expansão econômica em um “intervalo razoável”, disse o chefe da NDRC. (AE)

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

27/05/2017
PIB do 1º trimestre sobe de 0,7% para 1,2%
Governo explica revisão apontando que investimento em estoques foi muito menor do que o divulgado
27/05/2017
Indecisão de Trump adia consenso de líderes do G7
Brasília - Os líderes do G7, grupo formado pelas sete maiores economias do planeta, não chegaram a um consenso na sexta-feira (26) sobre a luta contra as mudanças...
25/05/2017
Moody's rebaixa nota do tigre asiático
Redução é a 1ª após quase 3 décadas e, segundo a agência, prevê desgaste da economia chinesa em alguns anos
25/05/2017
Fed pode suspender aumento dos juros até que economia dê sinais de melhora
Washington - Os membros do Federal Reserve, banco central norte-americano, concordaram que deveriam suspender o aumento das taxas de juros até que vejam provas de que a recente...
24/05/2017
Proposta de Trump reduz ajuda à América Latina
Indicação de corte de US$ 3,6 bilhões prevê menos auxílio ao exterior, também ao Brasil
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.