Publicidade
15/12/2017
Login
Entrar

Internacional

29/08/2017

Chineses criticam interferência de Trump

Reuters
Email
A-   A+
Pequim - A China, aliada da Venezuela, divulgou ontem que a história mostra que interferência externa e sanções unilaterais apenas deixam as situações mais complexas e não ajudam a resolver problemas, depois que os Estados Unidos impuseram novas sanções contra o país sul-americano. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou na sexta-feira um decreto que proíbe transações com novos...

Exclusivo para assinantes.


Para ler esta e outras matérias, cadastre-se gratuitamente ou assine.

Ler 5 matérias por mês

     

Receber nossas newsletters



Assinar
Cadastrar

Ou faça login

Leia também

15/12/2017
Ferrovia de R$ 10 bilhões pode ligar o Brasil ao Peru
Presidente da Bolívia diz que Suíça e Alemanha querem colaborar
15/12/2017
Produção industrial e vendas no varejo avançam a ritmo estável
Pequim - A produção industrial e as vendas no varejo da China cresceram a um ritmo estável no mês passado, enquanto o investimento em ativo fixo enfraqueceu,...
15/12/2017
País reforça insatisfação com críticas à OMC
Pequim - O Ministério de Comércio da China expressou estar descontente com reclamações sobre a forma de ação da Organização Mundial do...
14/12/2017
EUA aumentam taxa de juros para 1,5%
Banco central norte-americano prevê crescimento da economia ao ritmo de 2,5% neste ano e em 2018
13/12/2017
EUA: reforma tributária pode ser votada em uma semana
Washington - Os negociadores republicanos da Câmara dos Representantes e do Senado estão apressados para finalizar um projeto de lei tributária para que uma...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.