19/06/2018
Login
Entrar




DC Turismo

31/05/2018

Cidades apostam no setor para impulsionar a economia

Daniela Maciel
Email
A-   A+
Aiuruoca recebe visitantes de São Paulo, Minas e Rio de Janeiro/Acervo Sedesa/Divulgação
No alto da Serra da Mantiqueira, os 30 mil habitantes de Cambuí, no Sul de Minas, esperam pela chegada dos turistas de inverno. Embora a atividade ainda represente pouco para a economia local (cerca de 2%), ela vem crescendo e tem potencial para se tornar um dos principais vetores da economia do município.

Segundo o chefe do Departamento de Indústria, Comércio e Desenvolvimento Regional e Gestor de Turismo de Cambuí, Habner Máximo Tavares, a abertura oficial do inverno foi em maio, com a realização do festival de gastronomia Food Uai. Os restaurantes e bares da cidade apresentaram pratos especiais na praça. Cambuí integra o Circuito Serras Verdes do Sul de Minas.

“O turismo ainda é uma atividade iniciante em Cambuí que tem o forte nos setores de comércio e serviço. A partir do fortalecimento das políticas públicas para o turismo, com a implementação do Plano Municipal de Turismo, que vamos recolher e analisar em profundidade os dados já em 2019”, explica Tavares.

Além das mais de dez cachoeiras catalogadas e acessíveis e da Pedra de São Domingos, os visitantes têm nos casarões preservados do século 19 e na culinária motivos de sobra para visitar Cambuí. O “virado de banana” reúne em um só prato, considerado símbolo da gastronomia local, delícias mineiras como o queijo, o leite e a banana. A produção de orgânicos é outro diferencial do município. Em julho o Festival do Queijo costuma reunir mais de 5 mil pessoas.

“Estamos investindo em infraestrutura, inclusive com a criação do Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e também em um selo municipal de qualidade turística. Ainda temos um longo caminho de sensibilização da iniciativa privada, mas já temos algumas iniciativas importantes como microempreendedores que já fazem a recepção de turistas no ambiente rural”, pontua o gestor de Turismo de Cambuí.

Em Aiuruoca, integrante do Circuito Terras Altas da Mantiqueira, também no Sul de Minas, as atividades junto à natureza como escaladas, cavalgadas e atividades contemplativas como a observação de estrelas se juntam ao turismo rural para quem tem interesse em acompanhar a produção e degustar produtos especiais como azeites, cachaça, queijo, quitandas mineiras, hortaliças e frutas vermelhas. A Festa do Pinhão no próximo fim de semana abre a temporada de festejos que tem como ponto alto as festas julhinas (realizadas em julho).

De acordo com o chefe da Divisão de Turismo e Meio Ambiente de Aiuruoca, Luís Felipe Soares, várias fazendas já recebem visitantes para acompanhar o processo de produção e algumas oferecem, inclusive, hospedagem. A criação do CAT, que funciona de terça-feira a domingo, e o fortalecimento da relação com os demais municípios do Circuito Terras Altas fazem parte da estratégia.

“A nossa economia está baseada na agropecuária e é justamente essa produção que serve como base para o turismo na cidade. A iniciativa privada ainda não se deu conta do potencial turístico de Aiuruoca na sua totalidade, mas estamos investindo na atividade como vetor de desenvolvimento”, afirma Soares.

A maioria dos visitantes vem do estado de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. As geadas e as temperaturas baixas que, muitas vezes, ficam abaixo de zero, são um convite também para a apreciação da culinária local, que tem como estrelas a canjiquinha com linguiça e a galinha caipira com inhame, comumente servidas em festas com fogueira e música caipira.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

16/06/2018
Cidade de São Paulo se reiventa como destino turístico e colhe os resultados
Toni Sando de Oliveira, presidente do Visite São Paulo e da União Nacional dos CVBs e Entidades de Destinos
16/06/2018
Cursos do MTur recebem milhares de inscrições
O Ministério do Turismo oferece aos interessados em impulsionar a carreira uma oportunidade de qualificação gratuita por meio das plataformas de ensino a distância Brasil...
31/05/2018
Onda de frio deve atrair turistas para o Sul de Minas
Temporada anima municípios
28/05/2018
Cadastur passa por modernização
Prestadores de serviços que atuam no setor de turismo terão mais facilidades para se formalizarem junto ao Ministério do Turismo. Além de ter sido modernizado, o que o...
26/05/2018
Rede Bristol Hotels planeja investimentos de R$ 280 mi em MG
Aportes devem ser feitos em novas unidades até 2020
› últimas notícias
Preço do diesel recua R$ 0,41 em Minas
Mais de 40% das empresas usam planilhas ao contratar
Inadimplência recua na Capital
TCU vai apurar se cobrança por despacho de bagagem reduziu preços das passagens
Governo espera movimentar a economia com liberação de saques
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de junho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.