18/08/2018
Login
Entrar

Internacional

07/06/2018

Cingapura vai limitar espaço aéreo durante cúpula histórica

Reuters
Email
A-   A+
Cingapura - O espaço aéreo de Cingapura ficará restrito durante a cúpula entre Estados Unidos e Coreia do Norte agendada para a semana que vem, de acordo com um aviso publicado ontem pelas autoridades da aviação aos profissionais do setor.

A cidade-Estado do sudeste asiático sediará o encontro histórico entre o presidente norte-americano, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, em 12 de junho, e reforçou a segurança de todo seu território.

O aviso, publicado nos sites da Organização Internacional da Aviação Civil (OACI) e da Agência Federal de Aviação dos EUA (FAA), informa que o espaço aéreo sobre Cingapura ficará restrito temporariamente durante partes dos dias 11, 12 e 13 de junho.

Todas as aeronaves com destino ao Aeroporto Changi de Cingapura serão instruídas a reduzir a velocidade e aceitar algumas restrições no uso das pistas “por motivos de segurança nacional”, explicou o aviso.

Outro comunicado no site da OACI instruiu os aviadores a manterem distância da Base Aérea Paya Lebar, uma instalação militar situada no leste da ilha que já foi usada por presidentes dos EUA em visita, dizendo que as aeronaves que violarem as restrições “podem ser interceptadas”.

Como parte dos preparativos para a cúpula, Cingapura designou certas partes da cidade como “áreas de eventos especiais” entre 10 e 14 de junho. Estas incluem a região central, que abriga o Ministério das Relações Exteriores, a embaixada dos EUA e vários hotéis, e a ilha Sentosa, no sul de Cingapura, onde a reunião irá ocorrer.

Itens como sistemas de som públicos e aeronaves de controle remoto serão proibidos na área neste período.

O Aeroporto Changi e a Agência de Aviação Civil de Cingapura não puderam confirmar de imediato os detalhes sobre o aviso de restrições do espaço aéreo.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/08/2018
Crise argentina prejudica acerto de acordo entre blocos
Fragilidade de país vizinho vem desestabilizando negociações comerciais
18/08/2018
Pentágono diz que China treina para atacar os EUA
Washington - Os militares da China ampliaram suas operações de bombardeiros nos últimos anos, porque “provavelmente estão treinando para atacar” os Estados...
17/08/2018
China e EUA acertam rodada de negociações para o fim deste mês
Reunião pode significar progresso na solução de conflito
17/08/2018
Itália e UE trocam acusações por queda de ponte
Roma - A atribuição de culpa alheia pelo colapso fatal da ponte Morandi, na Itália, se intensificou ontem com autoridades italianas e da União Europeia (UE) buscando...
15/08/2018
EUA ameaça com novas sanções e Turquia promete retaliar
Pressão americana é para que turcos libertem pastor
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


18 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.