17/07/2018
Login
Entrar




DC Turismo

24/03/2018

Circuito Turístico Mata Atlântica ganha mais 2 municípios

Bugre e Antônio Dias, no Vale do Aço, passam a integrar o destino turístico em Minas
Daniela Maciel
Email
A-   A+
Turismo ainda é incipiente mas apresenta grande potencial na cidade de Bugre, que conta com aproximadamente 4 mil habitantes/Divulgação
O Circuito Turístico Mata Atlântica anunciou a entrada de mais dois municípios: Bugre e Antônio Dias, ambos no Vale do Aço. Eles se juntam às cidades de Açucena, Belo Oriente, Coronel Fabriciano, Ipatinga, Marliéria, Timóteo, todas no Vale do Aço; Santana do Paraíso e Dionísio, na região Central; e Divinolândia de Minas, no Vale do Rio Doce.

A região, com cerca de 600 mil habitantes, reúne gastronomia, cultura e hospitalidade, além da maior reserva contínua de Mata Atlântica de Minas Gerais, o Parque Estadual do Rio Doce. De acordo com o presidente do Circuito Turístico Mata Atlântica, Hélio Anício de Almeida, boa parte dos municípios ainda está despertando para o turismo.

“O interessante do nosso circuito é a diversidade. Cada cidade tem um potencial diferente. As maiores e mais industrializadas – Ipatinga, Coronel Fabriciano, Santana do Paraíso e Timóteo - já têm boa infraestrutura. Outras estão começando, faltam promoção e divulgação, mas estamos no caminho correto”, explica Almeida.

Além do turismo de negócios, a região é pródiga em atrativos naturais, ideais para contemplação e prática de esportes radicais. A abertura das pequenas propriedades rurais para o turismo de experiência também é um nicho a ser desenvolvido. Para cuidar da elaboração de projetos e trabalhar a sensibilização dos empresários e da população foi criado um grupo de trabalho chamado “Turismo no Vale do Aço”, que reúne cerca de 40 pessoas entre representantes das prefeituras, empresários e lideranças locais.

“Aqui o turismo ainda acontece de uma forma espontânea. Santana do Paraíso, por exemplo, recebe cerca de 800 pessoas por fim de semana. Elas passam o dia nas cachoeiras e vão embora. Não consomem aqui. Estamos trabalhando para sensibilizar primeiro os empresários, mostrar que vale a pena investir em turismo. Já temos um projeto também para trabalhar junto à população. Vamos começar com as crianças nas escolas municipais. Sabemos que só o sentimento de pertencimento da população é capaz de tornar o destino realmente interessante para os visitantes”, pontua o presidente do Circuito Mata Atlântica.

Leia também:
Timóteo tem resultados positivos após retomar convênio

Parcerias -
Para levar o trabalho adiante, o circuito busca parceiros importantes como o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae Minas) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Minas Gerais (Senar Minas), que promovem e/ou apoiam eventos e curso de qualificação da mão de obra na região, como a Feira Regional de Turismo e o curso de agente de turismo rural, por exemplo.

O gerente de Turismo de Bugre, Odirlei Rodrigues da Silva, diz que o turismo na pequena cidade, com pouco mais de 4 mil habitantes (segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE – para 2017), ainda é insipiente, porém apresenta grande potencial. “Estamos começando a nos organizar, convidando os empresários para discutir.

Temos algumas pequenas pousadas e um hotel, mas falta divulgação. Já estamos trabalhando o ecoturismo nas nossas cachoeiras e montanhas e temos o projeto para transformar a pedreira em um espaço para rapel e escalada. Vamos também potencializar a nossa feira dos produtores para valorizar os produtos da região e, a partir disso, fomentar o turismo de vivência nas propriedades rurais”, destaca Silva.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

30/06/2018
Destinos históricos se preparam para os turistas
Cidades fora do Sul de Minas contam com programação especial no período para atrair visitantes
30/06/2018
Praça da Liberdade passa por reforma
Obras devem receber investimentos R$ 5,2 milhões e serão finalizadas em novembro
30/06/2018
Serro promove eventos nas férias de julho
O Serro, famoso nacionalmente pelo queijo que leva o nome da cidade, deve receber, só nos quatro dias da Festa de Nossa Senhora do Rosário, entre os dias 29 de junho e 2 de julho, 10...
30/06/2018
Regularização de meios de hospedagem tem alta
Minas Gerais registrou taxa de 49% de regularização nos meios de hospedagem ilegais. O número foi conquistado após a realização da...
16/06/2018
Cidade de São Paulo se reiventa como destino turístico e colhe os resultados
Toni Sando de Oliveira, presidente do Visite São Paulo e da União Nacional dos CVBs e Entidades de Destinos
› últimas notícias
Prado Shopping não deve ser inaugurado até 2020
MPF pede cassação de fase 3 do Minas-Rio
Arrecadação estadual registra redução de 13,4%
Produção de minério de ferro da Vale recua em Minas Gerais
Vale D'ouro investe R$ 15 mi para atender mercado externo
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


17 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.