23/07/2018
Login
Entrar




DC Mais

09/01/2018

Clareza sobre o orçamento familiar ajuda vida do casal

Daniela Maciel
Email
A-   A+
Romantismo e dinheiro não parecem formar uma dupla perfeita, porém, casais e famílias precisam conversar sobre questões financeiras, se quiserem ter uma relação saudável e duradoura. De acordo com o economista e escritor Carlos Eduardo Costa, a falta de diálogo sobre as finanças do casal é um grande foco de estresse no dia a dia.

Para ajudar os casais a não se meterem em uma enrascada, o especialista vai realizar o workshop “Nosso Dinheiro – Planejamento financeiro para casais”, no Hotel Mercure Lourdes, no próximo dia 20. No evento ele promete mostrar como a falta de diálogo interfere diretamente no resultado financeiro das famílias e, consequentemente, na paz dos lares brasileiros.

“Quando conhecemos alguém, perguntamos sobre sonhos, perspectivas, mas não sobre como aquela pessoa lida com o dinheiro. O problema é quando o relacionamento evolui para uma união e continuamos a fazer a mesma coisa. Tudo fica ainda mais preocupante quando o casal tem filhos. As crianças estão cada vez mais participativas na vida financeira da família”, explica Costa.

Autor dos livros da série “Meu Dinheiro”, o economista há muito tempo se preocupa com o tema. A primeira obra já trazia os capítulos “Finanças e Amor” e “Finanças e Crianças”, que mostravam como o orçamento familiar precisa ser discutido e decidido em conjunto.

“Uma boa educação financeira deve se basear em quatro pilares: ganhar, gastar, doar e
poupar. Outro ponto essencial é que haja respeito pelo espaço individual. A decisão conjunta deve, na medida do possível, abrir algum espaço para que cada membro tenha uma margem para usar o dinheiro da maneira que quiser, na medida dos seus gostos e interesses. É preciso distinguir o que ‘é meu’, o que ‘é seu’ e o que ‘é nosso’”, pontua o especialista.

Proposta - Nunca é tarde para qualquer um dar início ao processo de educação financeira. Seja em tempos de “vacas gordas” ou na crise, os casais devem se preparar. Quem fez isso anos atrás, quando o Brasil apresentava bons índices de crescimento, claro, se saiu melhor nos últimos anos. “Na essência, a proposta da educação financeira é a mesma, independentemente, do cenário macroeconômico. Claro que em épocas de crise as escolhas tornam-se mais importantes, mas o processo é o mesmo. É preciso lembrar que a mudança de hábito não tem efeito instantâneo e que educação financeira não é papo de ‘pão-duro’. Ao contrário, é para que a gente passe a usar os recursos em nosso benefício. Afinal, o dinheiro existe também para realizar sonhos”, destaca o economista.

O valor do evento é R$ 250 para o casal inclui todo o material usado no curso, certificado de participação e coffee break. Faz parte do material um exemplar do livro “Meu Dinheiro 2”. O valor pode ser pago através de depósito em conta-corrente no Bradesco ou com cartão de crédito. Mais informações podem ser obtidas no e-mail cefcosta@hotmail.com, pelo telefone (31) 99981-6668 ou pelo link goo.gl/zjyvRq. O espaço do evento comporta até 25 casais.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/07/2018
VIVE EM VOZ ALTA | Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro comemora 180 anos
O Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB) foi fundado em 1838, durante a regência de Araújo Lima, para coligir, metodizar, publicar ou arquivar os documentos...
21/07/2018
AGENDA CULTURAL 21/07
Sinfônica Concertos - A Orquestra Sinfônica de Minas Gerais também integra a programação do Inverno das Artes, com edição especial das...
21/07/2018
CURTAS | DC Mais 20/07
Observatório Social A Federaminas , em parceria com o Observatório Social do Brasil (OSB), lançará, na segunda-feira (23), às 13h30, na sede do Sebrae...
20/07/2018
CDL-BH entrega medalhas pelo Dia do Comerciante
Representante do comércio varejista da Capital, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH) homenageou na quarta-feira (18), no Centro Cultural Minas Tênis...
20/07/2018
CURTAS | DC Mais 20/05
Museu Mineiro É difícil encontrar alguém que caminhe pelas ruas de Belo Horizonte e ainda não tenha visto o rosto de um “menino-palhaço”...
› últimas notícias
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Minas mantém sequência de superávit
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


21 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.