Publicidade
20/01/2018
Login
Entrar

DC Mais

09/01/2018

Clareza sobre o orçamento familiar ajuda vida do casal

Daniela Maciel
Email
A-   A+
Romantismo e dinheiro não parecem formar uma dupla perfeita, porém, casais e famílias precisam conversar sobre questões financeiras, se quiserem ter uma relação saudável e duradoura. De acordo com o economista e escritor Carlos Eduardo Costa, a falta de diálogo sobre as finanças do casal é um grande foco de estresse no dia a dia.

Para ajudar os casais a não se meterem em uma enrascada, o especialista vai realizar o workshop “Nosso Dinheiro – Planejamento financeiro para casais”, no Hotel Mercure Lourdes, no próximo dia 20. No evento ele promete mostrar como a falta de diálogo interfere diretamente no resultado financeiro das famílias e, consequentemente, na paz dos lares brasileiros.

“Quando conhecemos alguém, perguntamos sobre sonhos, perspectivas, mas não sobre como aquela pessoa lida com o dinheiro. O problema é quando o relacionamento evolui para uma união e continuamos a fazer a mesma coisa. Tudo fica ainda mais preocupante quando o casal tem filhos. As crianças estão cada vez mais participativas na vida financeira da família”, explica Costa.

Autor dos livros da série “Meu Dinheiro”, o economista há muito tempo se preocupa com o tema. A primeira obra já trazia os capítulos “Finanças e Amor” e “Finanças e Crianças”, que mostravam como o orçamento familiar precisa ser discutido e decidido em conjunto.

“Uma boa educação financeira deve se basear em quatro pilares: ganhar, gastar, doar e
poupar. Outro ponto essencial é que haja respeito pelo espaço individual. A decisão conjunta deve, na medida do possível, abrir algum espaço para que cada membro tenha uma margem para usar o dinheiro da maneira que quiser, na medida dos seus gostos e interesses. É preciso distinguir o que ‘é meu’, o que ‘é seu’ e o que ‘é nosso’”, pontua o especialista.

Proposta - Nunca é tarde para qualquer um dar início ao processo de educação financeira. Seja em tempos de “vacas gordas” ou na crise, os casais devem se preparar. Quem fez isso anos atrás, quando o Brasil apresentava bons índices de crescimento, claro, se saiu melhor nos últimos anos. “Na essência, a proposta da educação financeira é a mesma, independentemente, do cenário macroeconômico. Claro que em épocas de crise as escolhas tornam-se mais importantes, mas o processo é o mesmo. É preciso lembrar que a mudança de hábito não tem efeito instantâneo e que educação financeira não é papo de ‘pão-duro’. Ao contrário, é para que a gente passe a usar os recursos em nosso benefício. Afinal, o dinheiro existe também para realizar sonhos”, destaca o economista.

O valor do evento é R$ 250 para o casal inclui todo o material usado no curso, certificado de participação e coffee break. Faz parte do material um exemplar do livro “Meu Dinheiro 2”. O valor pode ser pago através de depósito em conta-corrente no Bradesco ou com cartão de crédito. Mais informações podem ser obtidas no e-mail cefcosta@hotmail.com, pelo telefone (31) 99981-6668 ou pelo link goo.gl/zjyvRq. O espaço do evento comporta até 25 casais.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

20/01/2018
José Maria Alkmim, um mineiro na vice-presidência da República
Formado em Jornalismo pela PUC Minas, em 1995, tive como colegas de turma profissionais que hoje honram a sua geração, como Adriana Costa Muls, Alessandra Melo, Fred Melo Paiva,...
20/01/2018
Curtas CD Mais 20/01
Cidade do Circo O governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), anuncia R$ 200 mil para implantação do projeto “Cidade do Circo“,...
20/01/2018
Agenda Cultural 20/01
Orquestra Atípica de Lhamas Single - O ano chegou a plenos vapores para a Orquestra Atípica de Lhamas. Depois de dividir o palco com a cantora Maria Alcina, lotando o Grande...
19/01/2018
Presidente da EMC é vítima fatal da febre amarela em MG
O presidente da Empresa Mineira de Comunicação (EMC), Flávio Henrique Alves de Oliveira, de 49 anos, morreu às 7h30 de ontem, em Belo Horizonte. Músico, produtor...
19/01/2018
Curtas DC Mais 19/01
Prevenção no Inhotim A partir de terça-feira (23), visitantes devem apresentar o cartão de vacinação ao entrar no Instituto Inhotim (Rua B, 20,...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.