Publicidade

Economia

12/01/2017

Combustíveis ficaram 3,25% mais caros

Email
A-   A+
Rio de Janeiro - As famílias brasileiras pagaram 3,25% a mais em combustíveis em 2016, segundo os dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As despesas com o grupo transportes, que detêm 18% de peso no cálculo do IPCA, subiram 4,22% no ano. A gasolina ficou 2,54% mais cara em 2016, enquanto o diesel aumentou 2,21%. A partir de outubro, o preço...

Exclusivo para assinantes.


Para ler esta e outras matárias, cadastre-se gratuitamente ou assine.

Ler 5 matérias por mês

     

Receber nossas newsletters



Assinar
Cadastrar

Ou faça login

Leia também

20/02/2017
Dívida Pública Federal cai 1,9% para R$ 3,05 trilhões em janeiro
A Dívida Pública Federal, que inclui o endividamento interno e externo, iniciou o ano com queda. O saldo da dívida caiu 1,91%, em termos nominais, passando de R$ 3,112...
20/02/2017
Instituições financeiras esperam que Selic caia para 12,25% ao ano
Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) esperam que a taxa básica de juros, a Selic, caia dos atuais 13% ao ano para 12,25% ao ano, na reunião do...
20/02/2017
Começa a valer hoje novo limite para compra de imóveis com o FGTS
Começa a valer hoje (20) a resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) que aumentou o limite máximo do valor dos imóveis novos adquiridos por meio do...
20/02/2017
Governo quer atrair investidores estrangeiros para mercado de refino de petróleo
O governo federal vai criar regras com o objetivo de atrair investidores estrangeiros para o mercado de refino de petróleo – hoje controlado quase que exclusivamente pela Petrobras. A...
18/02/2017
Mercado de capitais inicia aquecimento
Perspectiva para 2017 é de realização de muitas operações financeiras, com fusões e aquisições e IPOs
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.