Publicidade
20/11/2017
Login
Entrar

FETCEMG - Painel do Transporte

28/08/2015

Concessionárias inviabilizam o transporte de cargas superdimensionadas

Márcio Mata*
Email
A-   A+
As indústrias de base dependem do transporte de cargas superdimensionadas, formadas por uma única peça ou por um conjunto de peças que não podem ser desmontadas. As empresas que realizam o transporte dessas cargas indivisíveis e pesadas vêm sofrendo diversos abusos das concessionárias das rodovias, ficando à mercê da ineficiência e de exigências muitas vezes ilegais e descabidas.

Atrasos nas programações de viagens, descumprimento de normas e regulamentos, exigências abusivas e arbitrárias, limitação do trânsito em trechos de rodovias a veículos com, no máximo, 3,50m de largura, exigência de elaboração de Plano de Trafegabilidade, utilização de escolta não credenciadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) são apenas alguns exemplos das dificuldades impostas aos transportadores, que impedem a circulação dessas cargas nas rodovias concedidas gerando insegurança para os usuários e interferindo nas competências e no trabalho da PRF, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Algumas das concessionárias ignoram a normatização existente para esse tipo de transporte e criam obstáculos e exigências extralegais para o segmento, impondo prejuízos para toda a coletividade. Mesmo sem cumprir (ou cumprindo atabalhoadamente) suas obrigações, pretendem se antecipar na cobrança de elevados pedágios e estabelecem exigências ilegais.

Os contratos de concessão das rodovias autorizam que seja cobrada sua utilização, mas não autorizam que façam o que bem entendem, ao ‘arrepio’ da lei e sem embasamento técnico.

Devem assim ser coibidas a intervenção técnica e operacional das concessionárias no transporte de cargas indivisíveis e pesadas e estas devem cumprir as determinações e prazos da Resolução nº 11/2014, do Dnit, com a utilização do Sistema de Gerenciamento de Autorização Especial de Trânsito (SIAET), indicando as restrições físicas existentes nas rodovias concedidas, mantendo um banco de dados atualizado.

Devem ser impedidas de interferir nas atribuições legais da PRF, sobretudo quando se arvoram, sem treinamento ou capacitação, a realizar escolta ou serviços de batedores das cargas especiais, o que demanda conhecimento específico e garante a segurança dos demais usuários das vias.

A ANTT deve assumir uma postura firme frente às concessionárias de modo a cobrar-lhes o cumprimento integral de normas e regulamentos.

A comodidade da vida moderna tem um preço, e este pode ser mais alto se forem mais caros os custos do transporte. Pior será se o preço for mais alto em razão de ingerências na cadeia produtiva. A burocracia já nos escraviza (e urge ser eliminada). A ‘burrocracia’ não pode ser tolerada.

*Márcio Mata,
assessor jurídico do Setcemg

A coluna “Painel do Transporte” é uma publicação da Fetcemg - Federação das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais e seus Sindicatos Filiados.

Fale com a coluna através do e-mail: imprensa@setcemg.org.br

Os textos publicados nesta editoria são de responsabilidade da Fetcemg. O Diário do Comércio não se responsabiliza e nem poderá ser responsabilizado pelas informações e conceitos emitidos e seu uso correto.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/12/2016
Reforma trabalhista: uma medida de sobrevivência
Dentre os muitos desafios que temos pela frente para recolocar o Brasil na estrada do desenvolvimento, um deles atende pelo nome de reforma trabalhista. Seja pelo fato de que nossa...
21/09/2016
Por um Brasil melhor
É tempo de reformas estruturantes no ambiente econômico brasileiro. O governo Temer se diz  disposto a apoiá-las e nós, brasileiros, não podemos perder a...
22/06/2016
Licenciamento ambiental
As entidades envolvidas na defesa ambiental recebe ram, com muita desconfiança, o Projeto de Lei (PL) nº 654/15, que dispõe sobre o procedimento de licenciamento ambiental...
20/04/2016
RNTRC - Por que é importante
O transporte rodoviário de cargas, durante décadas, sofreu com a ausência de  regulamentação. O desconhecimento estatístico de sua frota nunca permitiu...
02/03/2016
Brasil, meu Brasil brasileiro urubatan Helou, diretor presidente e fundador da Braspress e Vice-presidente da NTC&Logística
Este meu Brasil, que de mulato inzoneiro não tem nada, em apenas 25 anos construiu  2ª maior democracia do mundo, provando a enorme musculatura institucional  que vigora no...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.