Publicidade
20/01/2018
Login
Entrar

DC Mais

14/09/2017

Concurso estimula produção de moda em Minas Gerais

Da Redação
Email
A-   A+
O governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), anunciou os selecionados para concorrer à segunda etapa do Prêmio Empresa Tendência, que tem o objetivo de estimular pequenos produtores de moda em Minas. As marcas escolhidas terão a oportunidade de apresentar e comercializar suas coleções em espaços coletivos na próxima edição do Minas Trend, em outubro, e disputam a fase final do concurso.

O Prêmio Empresa Tendência está em sua 5ª edição e oferece, aos produtores de moda mineiros, acesso ao maior salão de negócios do País, fomentando o desenvolvimento do setor no Estado. Os vencedores, selecionados entre os participantes de estandes coletivos, serão premiados com a cessão e montagem completa de um estande individual para sua marca na edição seguinte do evento, em abril de 2018.

Foram selecionados para a segunda etapa do prêmio: quatro representantes do setor de vestuário, três produtores de bijuterias, uma marca de calçados e uma de bolsas. A seleção foi feita por uma equipe curatorial, coordenada pela jornalista de moda Natália Dornellas, graduada pela London School of Fashion e colaboradora de veículos nacionais e internacionais.

Os critérios de seleção foram: originalidade e design, qualidade de produção e acabamento, capacidade produtiva, possibilidade de expansão do negócio, adequação ao público-alvo, apresentação e comunicação da marca. A escolha é orientada para valorizar profissionais de diversas partes do Estado e apoiar iniciativas de maior potencial de contribuição ao desenvolvimento econômico, com geração de empregos, receitas e práticas inovadoras.

As selecionadas para o 5º Prêmio Empresa Tendência no segmento de vestuário foram Candê, marca de vestidos, com combinação de estampas exclusivas e estilo vintage; Denise Valadares, que trabalha com bordados feitos à mão em peças jeans e de moleton; Renata Coelho, grife de Nova Lima, que aposta em peças modernas dentro do conceito “slow fashion”; e Viviane Ribeiro, de Teófilo Otoni (Vale do Mucuri), que produz moda praia sofisticada, em alfaiataria, com bordados e rendas.

Na categoria de bijuterias, foram escolhidas Anma, de Timóteo (Vale do Aço), com trabalhos em processo artesanal e estilo minimalista; Fernanda Torquett, que transforma materiais de descarte da indústria de bijuterias e metais da construção civil em peças exclusivas; e Benedita, produtora de acessórios a partir de técnicas tradicionais como crochet, macramê e bordado.

Na divisão de bolsas e calçados, foram selecionadas a Diwo, marca de bolsas criadas pelo trabalho colaborativo de vários designers, que priorizam originalidade e bom acabamento; e Tatiana Marques, fabricante de calçados originais inspirados na tradição mineira e que privilegiam o conforto.

Próxima edição - Na edição de outubro do Minas Trend, as três marcas vencedoras do último Prêmio Empresa Tendência, realizado em abril de 2017, irão apresentar suas coleções em estandes individuais criados e montados pela Codemig. São elas: a grife de streetwear Nephew, a marca de bijuterias em acrílico Aramez e o Estúdio NHNH, que faz calçados sem o uso de matéria prima animal.

O Minas Trend é realizado pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), com apoio da Codemig, constituindo um espaço privilegiado de projeção e consolidação de grifes locais. Em abril, a Codemig assinou um convênio com a Fiemg no valor de R$ 3.677.500,00 para garantir a realização de quatro edições do evento, em 2017, 2018 e 2019.

O Minas Trend é considerado o principal evento nacional de comercialização de moda, com presença de compradores renomados do Brasil e do exterior, que o tornam um espaço privilegiado de projeção e consolidação de grifes locais. A 21ª edição será realizada no Expominas Belo Horizonte, entre os dias 3 e 6 de outubro de 2017, e apresentará conceitos e tendências para as estações outono e inverno de 2018.

A cadeia produtiva da moda oferece importante contribuição à economia. Em 2013, gerou riquezas para o Estado no valor de R$ 3,3 bilhões. Os dados são de uma pesquisa encomendada pela Codemig à Fundação João Pinheiro (FJP). O estudo revelou que, em 2014, os empregos do setor corresponderam a 15,2% da indústria de transformação e a moda impulsiona a economia de 135 municípios de Minas, onde o setor tem peso maior na produção industrial do que a média do Estado. As informações são da Agência Minas.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

20/01/2018
José Maria Alkmim, um mineiro na vice-presidência da República
Formado em Jornalismo pela PUC Minas, em 1995, tive como colegas de turma profissionais que hoje honram a sua geração, como Adriana Costa Muls, Alessandra Melo, Fred Melo Paiva,...
20/01/2018
Curtas CD Mais 20/01
Cidade do Circo O governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), anuncia R$ 200 mil para implantação do projeto “Cidade do Circo“,...
20/01/2018
Agenda Cultural 20/01
Orquestra Atípica de Lhamas Single - O ano chegou a plenos vapores para a Orquestra Atípica de Lhamas. Depois de dividir o palco com a cantora Maria Alcina, lotando o Grande...
19/01/2018
Presidente da EMC é vítima fatal da febre amarela em MG
O presidente da Empresa Mineira de Comunicação (EMC), Flávio Henrique Alves de Oliveira, de 49 anos, morreu às 7h30 de ontem, em Belo Horizonte. Músico, produtor...
19/01/2018
Curtas DC Mais 19/01
Prevenção no Inhotim A partir de terça-feira (23), visitantes devem apresentar o cartão de vacinação ao entrar no Instituto Inhotim (Rua B, 20,...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.