Publicidade
20/11/2017
Login
Entrar

Negócios

14/11/2017

Conexões Humanas é tema de evento em BH

Aproximadamente mil pessoas acompanharam palestras e painéis com executivos e profissionais renomados
Mírian Pinheiro
Email
A-   A+
Qualidade de Vida nas empresas foi tema de um dos painéis do evento, com mediação do Dr. Drauzio Varella/Divulgação
Talvez a chave para aproveitar melhor a era digital é fortalecer as conexões humanas. A ideia resume bem o 1º Conexões Humanas, evento inédito promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos com patrocínio da Unimed-BH, realizado na última quinta-feira, no Cine Theatro Brasil Vallourec, região central de Belo Horizonte. O encontro reuniu cerca de mil pessoas do setor – público que, ao longo dia, pode assistir às apresentações de lideranças e gestores do mundo corporativo, além de ouvir palestras e debates que contaram com a participação de profissionais renomados, como Leandro Karnal, Drauzio Varella e Demétrio Mignoli.

O evento foi aberto pela presidente da ABRH-MG, Eliane Ramos de Vasconcellos Paes, que fez questão de agradecer a cada um dos apoiadores, ressaltando no lugar da organização o nome do profissional com quem estabeleceu contato para a realização do encontro. Ela justificou a iniciativa dizendo que o propósito do evento é valorizar as pessoas, levando todos à reflexão de que a hora é de “sair do mundo do eu para o coletivo”. Para a presidente da ABRH-MG, conexões sadias impactam na saúde física e mental das pessoas, consequentemente, no bom ambiente de trabalho e os líderes precisam estar atentos a isso, levando mais do que boas práticas, humanidade para dentro das organizações. “O líder constrói ou destrói, motiva ou desmotiva”, afirmou.

As inovações tecnológicas foram debatidas dentro do contexto de gestão de pessoas por todos que se apresentaram. Na parte da manhã foram exibidos vídeos institucionais das empresas parceiras do evento e a plateia também pôde conhecer um pouco do que pensa o historiador e filósofo Leandro Karnal. O estudioso tratou do tema “Conhecimento, Trabalho e Tempo no Mundo Contemporâneo”. Com propriedade e muito bom humor, Karnal falou de crise política, opiniões polarizadas, as transformações pelos quais passa o mundo e da inteligência como a nova medida de riqueza, provocando no auditório risos e reflexões sobre vaidade, o valor do esforço, do foco e da resiliência. “Esforço é banho”, disse, numa referência indireta ao ato que também deve ser diário.

O designer Gustavo Grecco, da Grecco Design, antecedeu Karnal e, numa breve apresentação, explicou aos presentes como se deu a concepção da marca do evento, inspirada nas cadeias formadas pelo elemento Carbono, numa alusão às conexões humanas.

Leia também:
Inovações impactam as relações de trabalho
Profissionais destacam o processo de humanização


Painel - No “Painel dos Presidentes” intitulado “Qualidade de Vida nas Empresas”, a mesa contou com a mediação do médico Drauzio Varella e com as participações do diretor-presidente da Unimed BH, Samuel Flam, do CEO da Anglo American, Ruben Fernandes e do presidente do Conselho do Banco Bonsucesso, Paulo Henrique Pentagna Guimarães. Os líderes debateram questões como saúde no trabalho, judicialização e encarecimento da saúde. Cada qual à sua maneira destacou os desafios de oferecer uma assistência de qualidade em tempos de crise e como a questão é tratada dentro das organizações que lideram.

Para Samuel Flam, por exemplo, as pessoas são o maior valor de qualquer empresa. “O propósito da Unimed BH é cuidar de pessoas”, frisou. Ele também destacou a força da coletividade, o programa de Compliance e o aprimoramento do corpo clínico como principais medidas adotadas pela cooperativa médica que repercutem em resultados, como a excelente reputação entre os mais de um milhão de clientes assistidos e frequentes premiações, como a mais recente dada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que a elegeu a melhor operadora do Brasil.

A programação da manhã foi encerrada com as apresentações dos executivos Ruben Fernandes e Paulo Henrique Pentagna Guimarães. O executivo da mineradora Anglo American fez um contraponto à ideia comum de que mineração só destrói para mostrar os benefícios da atividade nos campos da tecnologia e desenvolvimento humano, enfatizando o papel das lideranças na promoção das conexões humanas e da gestão que vai além dos resultados econômicos.

Em seguida, o presidente do Conselho de Administração do banco Bonsucesso, Paulo Henrique Pentagna Guimarães, subiu ao palco para contar os fracassos que viveu ao longo da carreira até conseguir se transformar em um banqueiro bem-sucedido. O dono do Banco Bonsucesso também revelou, sem dar muitos esclarecimentos, a mudança que a instituição financeira fundada por ele, com o apoio do pai, passará no ano que vem, a partir da implementação de uma plataforma digital. A inovação, ele disse, promete revolucionar o setor e recebeu investimentos da ordem de R$50 milhões.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/11/2017
Receita da Acoplation deve ir a R$ 40 milhões
Resultado representará um crescimento de 30% em relação a 2016; empresa hoje gera 650 empregos
18/11/2017
Startup Pharmaview desenvolve vacina contra vício em cocaína
Com uma média de consumo de cocaína acima da média mundial, o Brasil vive um cenário trágico. De acordo com o Levantamento Nacional de Álcool e Drogas...
18/11/2017
Nature Derme amplia atendimento
Prestes a completar 30 anos de mercado, a rede de farmácia de manipulação Nature Derme lança produtos e comemora oito lojas em funcionamento na Capital e região...
18/11/2017
Café com Doce vai ampliar produção
Expectativa é multiplicar em 10 vezes o volume fabricado, chegando a 50 t/mês de doces em 2018
18/11/2017
Restaurante Haus München comemora 50 anos de atividades ininterruptas
Com um movimento médio de 2,5 mil clientes por mês, o restaurante Haus München, localizado no Santo Agostinho, região Centro-Sul da Capital, comemora no próximo...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.