Publicidade
26/04/2018
Login
Entrar

Economia

13/01/2018

Confiança sobe ao patamar de 2015

Reuters
Email
A-   A+
São Paulo - A confiança do consumidor do Brasil subiu pelo segundo mês consecutivo e fechou janeiro no maior patamar em quase três anos, com a forte melhora na percepção das condições atuais, de acordo com o indicador da Thomson Reuters/Ipsos.

O Índice Primário de Sentimento do Consumidor (PCSI, na sigla em inglês) avançou 4,5 pontos percentuais na comparação com dezembro e foi a 45,6 pontos. Trata-se do maior nível desde fevereiro de 2015, quando ficou em 45,8 pontos.

Com aumento de 8,2 pontos, o subíndice que mede as condições atuais, que mede as finanças pessoais, chegou a 39,4 pontos em janeiro na comparação com o mês anterior. Com alta de 7,3 pontos, a 48,6 pontos, o subíndice de percepção sobre o ambiente de investimentos teve o segundo maior crescimento no período.

O subíndice de confiança relacionado ao mercado de trabalho, que avalia segurança no emprego atual e no futuro, subiu 3,3 pontos percentuais, marcando 36 pontos em janeiro.
O subíndice de expectativas foi o único a ficar estável, em 63,5 pontos, neste mês.
A inflação e os juros menores, junto com a lenta recuperação do mercado de trabalho no País, tem ajudado a melhorar a confiança dos consumidores.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

26/04/2018
Incertezas do Brasil e juros dos EUA levam o dólar a subir
Moeda norte-americana chega a superar R$ 3,50
26/04/2018
Porto de Santos atinge nível recorde no movimento de cargas em março
São Paulo - O movimento de cargas no Porto de Santos em março alcançou recorde de 12,24 milhões de toneladas (t), o que corresponde a um aumento de 12,7% em...
26/04/2018
Confiança do consumidor sobe só 0,3%
Aumento do índice é considerado fraco pela CNI e insuficiente para reativar o consumo
26/04/2018
Caixa retoma 1.089 imóveis em Minas
Alta registrada no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2017 é de 40%
26/04/2018
Santander reduz juros anuais para 8,99%
São Paulo – O Santander informou ontem que reduziu os juros anuais de crédito imobiliário para 8,99% ao ano no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e...
› últimas notícias
Incertezas do Brasil e juros dos EUA levam o dólar a subir
Porto de Santos atinge nível recorde no movimento de cargas em março
Confiança do consumidor sobe só 0,3%
Caixa retoma 1.089 imóveis em Minas
Santander reduz juros anuais para 8,99%
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


26 de abril de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.