Publicidade
24/05/2018
Login
Entrar

Internacional

12/04/2018

Contrária à ação, Rússia fala em "pretexto"

AE
Email
A-   A+
Moscou - O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, fez comentários sobre o alerta do presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, sobre um ataque iminente com mísseis contra a Síria, dizendo que Moscou não participa da diplomacia via Twitter.

Peskov declarou que “apoiamos abordagens sérias e continuamos achando que é importante não dar passos que possam desestabilizar ainda mais a frágil situação já existente”. Pouco depois dos comentários de Peskov, a rede de TV Fox News informou que imagens de satélite mostraram navios de guerra russos deixando um porto sírio.

O porta-voz do presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que as alegações de um ataque químico foram fabricadas e “não podem servir de pretexto para ações vigorosas”. No entanto, o governo russo sinalizou que está aberto ao diálogo.

Ainda ontem, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia respondeu a Trump, no Facebook, dizendo que os mísseis destruiriam “todas as evidências” do ataque.

Crime de guerra - O tom do governo russo não foi o mesmo visto no Congresso.

Legisladores do país advertiram os EUA que Moscou veria um ataque aéreo na Síria como um crime de guerra, dizendo que isso poderia provocar um choque militar direto.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

24/05/2018
Fed sinaliza alta dos juros em próxima reunião
Washington - A maioria dos membros do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos (EUA), avaliou que outro aumento dos juros seria justificado “em breve”, se a perspectiva...
24/05/2018
G-7 pressiona e pede novas eleições
Genebra - Os presidentes e primeiros-ministros das maiores economias do mundo estão pressionando a Venezuela e pedem que o presidente Nicolás Maduro convoque novas...
23/05/2018
Trump admite que cúpula pode não acontecer
Dúvida do presidente norte-americano ocorre por receio de que Kim não esteja comprometido com acordo
23/05/2018
Opep pode aumentar produção em junho
Khobar (Arábia Saudita)/Londres - A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) pode decidir aumentar a produção de petróleo em...
23/05/2018
Pela primeira vez em 226 anos, mulher irá presidir a Bolsa de Nova York
Brasília - Engenheira industrial por formação, Stacey Cunningham, de 43 anos, será a primeira mulher em 226 anos a presidir a Bolsa de Valores de Nova York –...
› últimas notícias
Preço do etanol acompanha alta da gasolina na Capital
Plano Diretor da Capital é questionado
Sem acordo, caminhoneiros decidem continuar greve
Biomm aciona Anvisa para liberar remédio
Quatro de cada cinco empresas do País planejam investimentos para este ano
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


23 de maio de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.