Publicidade
21/05/2018
Login
Entrar

Internacional

15/05/2018

Crise argentina deve entrar na pauta de encontro ministerial

Reunião entre representantes das maiores economias será em 21 de maio
ABr
Email
A-   A+
Na semana passada, Macri decidiu pedir ajuda ao FMI/Elza Fiúza/ ABr
Buenos Aires - Os ministros das Relações Exteriores do G20 (grupo das vinte maiores economias do mundo) se reunirão no próximo dia 21, em Buenos Aires, na Argentina, para debater o “desenvolvimento justo e equitativo” nos países. Mas dois temas que não estavam previstos na agenda certamente serão discutidos: as eleições presidenciais da Venezuela, do próximo domingo (20), que a oposição decidiu boicotar por considerá-las uma fraude, e o impacto do aumento do dólar sobre a Argentina, que, na semana passada, recorreu à ajuda financeira do Fundo Monetário Internacional (FMI) pela primeira vez em 13 anos.

A Argentina preside o G20 até o final deste ano, quando será realizada uma cúpula de chefes de governo e de estado em Buenos Aires. O tema da presidência argentina, “Construir consenso para um desenvolvimento justo e equitativo”, trata da necessidade de investir em infraestrutura e educação, para fazer frente aos desafios do futuro – em um cenário no qual as inovações tecnológicas estão mudando o mercado de trabalho.

Situação delicada - O presidente da Argentina, Mauricio Macri, assumiu o governo em 2015 com a promessa de modernizar o país, abrindo a economia para atrair capitais e investindo em infraestrutura. Mas a decisão do governo norte-americano de aumentar as taxas de juros levou muitos investidores a tirarem seu dinheiro dos mercados emergentes, onde correm mais riscos, para aplicá-los nos Estados Unidos, onde passou a render mais.

O Banco Central argentino se viu obrigado a elevar as taxas de juros de suas letras a 40%, na tentativa de atrair de volta os investidores, e a recorrer ao FMI, para reestabelecer a confiança em seu mercado. Mas também terá que fazer ajustes – entre eles, o corte nos gastos com obras públicas. Na semana passada, a Argentina chegou a buscar apoio internacional para a sua decisão, que tem sofrido resistência dentro do país.

Os membros que compõem o G20 são: Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, França, Alemanha, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Coreia do Sul, Rússia, Arábia Saudita, África do Sul, Turquia, Reino Unido, Estados Unidos e a União Europeia.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/05/2018
OMS alerta Brasil sobre surtos de doenças
Diretor-geral de entidade diz que País corre grande risco com alto fluxo de pessoas que circulam nas fronteiras
19/05/2018
Programa de resgate vai focar em redução da dívida pública da Argentina
Washington - A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou, na sexta-feira (18), que o objetivo do programa de resgate à Argentina...
18/05/2018
Tensões começam a afetar comércio
Segundo entidade internacional, protecionismo pode prejudicar avanço do setor no mundo
18/05/2018
Detalhes de apoio do FMI já estão em discussão
Washington - O Fundo Monetário Internacional (FMI) espera fornecer à Argentina um programa de apoio de alto acesso, mas detalhes precisos sobre o que ele irá abranger ainda...
18/05/2018
Norte exige concessões do Sul para seguir conversas
Seul - A Coreia do Norte criticou ontem a Coreia do Sul, advertindo que encerraria definitivamente as conversas intercoreanas, a menos que Seul fizesse concessões em relação...
› últimas notícias
Minas Gerais cria 23.563 vagas em abril
Two-Flex Aviação transporta cargas entre Varginha e BH
Governo fala que estuda redução de impostos
Caminhoneiros anunciam greve contra preço do diesel
Sigma aporta R$ 230 mi na produção de lítio
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de maio de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.