Publicidade
22/05/2018
Login
Entrar

Agronegócio

16/01/2018

Cursos atendem demandas do mercado

Da Redação
Email
A-   A+
Neste ano, o Instituto Cândido Tostes abriu cursos sobre queijos com fungos, como o gorgonzola/Paulo Pedro P. R. Costa/Divulgação
Os interessados em participar dos cursos de formação básica profissional oferecidos pelo Instituto de Laticínios Cândido Tostes (Epamig ILCT) já podem se preparar, pois as inscrições abertas a partir de fevereiro. De março a novembro, serão realizados 19 cursos de pequena duração, sempre com foco nas demandas do mercado laticinista.

Além dos temas já tradicionais como queijos, iogurte e sorvete, a novidade este ano são os que abordam queijos elaborados com fungos (gorgonzola, camembert) e produção de leite e de soro em pó. Os treinamentos são específicos na área de leite e derivados e destinados aos diversos setores da cadeia produtiva, como profissionais da indústria, técnicos, produtores de leite e estudantes.

“Os cursos de formação básica profissional são muito aguardados pelo mercado por atenderem as demandas da indústria, em carga horária de curta duração. Por ano, registramos cerca de 300 cursistas de todo o Brasil e até do exterior”, ressalta a coordenadora do Núcleo de Ensino do ILCT, Regina Mancini. As aulas teóricas e práticas serão ministradas nos laboratórios da fábrica-escola do ILCT.

Leia também:
Lactalis afasta riscos de salmonella no País


A programação, os valores e demais informações sobre cada curso já estão disponíveis no site do instituto (www.candidotostes.com.br). Os temas são: iogurte e bebidas lácteas, doce de leite em pasta e em barra, queijos elaborados com fungos, microbiologia, controle de qualidade físico-química do leite e derivados, queijos especiais, tratamento de efluentes líquidos da indústria de laticínios, análise sensorial, produção de leite e de soro em pó, química aplicada à tecnologia de produtos lácteos, produtos com leite de cabra, queijos, tecnologia de produção de sorvetes e produtos lácteos UHT formulados.

Os conteúdos serão ministrados por pesquisadores do ILCT, com apoio de instituições parceiras. Com informações da Seapa.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

22/05/2018
Brasil terá certificação sanitária
Minas Gerais espera ser reconhecido livre da doença, sem vacinação, até 2022
22/05/2018
Paralisação de caminhoneiros preocupa produtores
São Paulo - O presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Antônio Galvan, disse ontem que a paralisação dos...
22/05/2018
OMS fará a declaração nesta semana
São Paulo - A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) irá declarar o Brasil como país livre de febre aftosa com vacinação na...
19/05/2018
Evento em Minas vai focar áreas em expansão
Maior visibilidade dos produtores e fomento ao desenvolvimento de atividades estão entre metas da exposição
19/05/2018
Fábricas da JBS e BRF estão em lista de exportação
São Paulo - As fábricas da JBS na cidade de Seara e da BRF em Campos Novos estão entre os quatro frigoríficos catarinenses autorizados a exportar carne suína...
› últimas notícias
Preços inviabilizam transporte de cargas
Confiança do empresário avança 1,2 ponto
PIB tem aumento de 0,3% no 1º trimestre
Minas recorrerá à expertise chinesa para aproveitar rejeitos
Balança brasileira registra superávit de US$ 1,924 bi na terceira semana de maio
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de maio de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.