Publicidade
24/02/2018
Login
Entrar

DC Mais

20/01/2018

Curtas CD Mais 20/01

Email
A-   A+
Cidade do Circo

O governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), anuncia R$ 200 mil para implantação do projeto “Cidade do Circo“, Centro de Referência e Rede de Apoio ao Circo. O local será construído em antiga estação de trem, terreno com 11 mil metros quadrados, cedido pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, no Bairro Gameleira. O valor será receberá terraplanagem, cerca e redes hidrelétricas e hidráulicas, com inauguração prevista para fevereiro. A Cidade do Circo prevê um terreno para receber circos itinerantes, biblioteca, cursos, seminários, laboratórios, palestras e exposições, pesquisas e publicações, produção e compartilhamento de conhecimentos, promoção o aperfeiçoamento de dons, capacitação, qualificação e aperfeiçoamento profissional. Levantamentos apontam que há mais de 2.000 circos no Brasil. Em Minas são cerca de 80 circos tradicionais. Há 30 anos, havia 28 “circos de bairro” em BH.

Carnaval Gastrô

A cadeia produtiva de BH está atenta ao crescimento do Carnaval. Com previsão de 3,6 milhões de foliões na cidade durante a festa, 38 bares e restaurantes se uniram para a realização de um circuito gastronômico, de 21 de janeiro a 18 de fevereiro. A ideia do Carnaval Gastrô é aproveitar a movimentação de turistas e belo-horizontinos para promover a culinária mineira – um dos principais atrativos turísticos da cidade – e impulsionar seus negócios. “Bares e restaurantes costumavam fechar as portas na sexta-feira que precede o Carnaval para só abrir após a Quarta-feira de Cinzas; isso mudou”, afirma Ricardo Rodrigues, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-MG). Os 38 estabelecimentos reunidos no Carnaval Gastrô vão oferecer pratos e petiscos a preços entre R$ 10 e R$ 59 no período. O projeto é da Abrasel, em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur. Confira os endereços: goo.gl/Nup38G.

Febre amarela

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças da União Europeia (ECDC, na sigla em inglês) recomendou na sexta-feira (10) que cidadãos do bloco com viagem marcada para áreas de risco de contaminação de febre amarela no Brasil durante o Carnaval tomem a vacina e se protejam de picadas de mosquito, após o aumento no número de casos da doença no País. De acordo com o ECDC, as transmissões de febre amarela podem afetar áreas urbanas do País, o que aumenta o risco de contaminação de viajantes, especialmente durante o Carnaval, em fevereiro. “Com o fluxo de viajantes a áreas urbanas no Brasil, o número de viajantes não imunizados sendo infectados pode aumentar no próximo mês”, alertou o ECDC em comunicado publicado em seu site. O alerta recomenda a imunização e a adoção de medidas para evitar as picadas de mosquito, como o uso de repelente, vestimentas com mangas e calças compridas e a acomodação em locais que possuam ar condicionado ou mosquiteiros.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

24/02/2018
ONU denuncia execução de menores em ações contra as drogas no Rio
Genebra - Relatores e peritos da Organização das Nações Unidas (ONU) denunciam a execução de menores nas favelas do Rio de Janeiro no contexto de...
24/02/2018
Curtas DC Mais 24/02
Pacote anticorrupção O Brasil teve piora no ranking que avalia a percepção da corrupção no mundo, divulgado pela Transparência Internacional...
24/02/2018
Agenda Cultural 24/02
Sinfônica e Coral Lírico Apresentações - A Orquestra Sinfônica e o Coral Lírico de Minas Gerais iniciam a temporada erudita da FCS em 2018 com as...
23/02/2018
Ricos momentos em família, como brincar com os primos
Meu pai teve dez irmãos. Minha mãe, 13. Sou descendente, pois, de duas famílias numerosas, o que me agrada muito. As festas todas eram sempre para dezenas de convidados, de...
23/02/2018
Curtas DC Mais 23/02
Educação a distância O ensino não-presencial é realidade crescente na Educação. A internet, as redes sociais e as novas tecnologias fazem...
› últimas notícias
IBGE apura aumento de 2,1% no número de pessoas ocupadas em Minas Gerais
Atividade econômica avança no Sudeste, Nordeste e Sul, e recua no Norte e Centro-Oeste do País
Produção recua em Minas, mas setor mantém o otimismo
Aneel confirma bandeira verde em março
Jucemg apura aumento no número de empresas abertas
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Empresas tradicionais se rendem à cultura das startups
Magistrados federais anunciam paralisação
Alienação fiduciária será analisada pelo STF
Fiemg investe em Centro de Treinamento
Tribunal investigará contas do Estado
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


23 de fevereiro de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.