17/08/2018
Login
Entrar

Economia

14/06/2018

Dólar registra pequeno avanço, após anúncio do Fed; Ibovespa tem queda

AE e Reuters
Email
A-   A+
São Paulo - O dólar fechou ontem com pequena elevação ante o real, com a atuação intensa do Banco Central (BC) brasileiro no mercado aliviando a pressão, após o Federal Reserve, banco central norte-americano, indicar que elevará os juros mais vezes neste ano, movimento que tende a afetar o fluxo de capital global.

O dólar avançou 0,17%, a R$ 3,7137 na venda, depois de bater R$ 3,7391 na máxima do dia. O dólar futuro tinha leve queda de cerca de 0,15%. “As projeções em onde as taxas (dos Estados Unidos) terminarão em 2020 não mudaram. Assim, as previsões indicam ritmo mais forte de aperto”, escreveu o analista da gestora CIBC Capital Markets, Royce Mendes.
Como amplamente esperado, o Fed elevou a taxa de juros pela segunda vez neste ano, para o intervalo entre 1,75% e 2% ao ano, e indicou que vê outras duas altas ainda neste ano.

Antes, o mercado estava dividido entre três ou quatro altas de juros pelo Fed neste ano ao todo, em meio a sinais de melhor desempenho econômico que os Estados Unidos têm dado. Taxas mais altas têm potencial para atrair à maior economia do mundo recursos aplicados em outras praças financeiras.

A ação do BC brasileiro ajudou a segurar altas mais agressivas no câmbio. Logo após o Fed, a autoridade anunciou seu terceiro leilão do dia de swap cambial tradicional -equivalente à venda futura de dólares - injetando apenas na sessão US$ 4,5 bilhões.

Essa atuação, somada à perda de força do dólar ante outras divisas no exterior, foi fundamental para conter a valorização da moeda no mercado doméstico. Na semana passada, o BC informou que injetaria US$ 20 bilhões até o final desta semana por meio de novos swaps cambiais para dar liquidez ao mercado. Desse total, já colocou US$ 13 bilhões no sistema.

Especialistas consultados pela Reuters avaliaram que o BC deve concluir essa forte atuação no mercado de câmbio amanhã e manter apenas a rolagem dos swaps, mas com a advertência de que manterá uma atuação discricionária. O efeito surpresa, acreditam, pode ajudar a conter o ímpeto de alta da moeda norte-americana.

O BC vendeu ainda a oferta integral de até 8.800 swaps cambiais tradicionais para rolagem, já somando US$ 3,960 bilhões do total de US$ 8,762 bilhões que vence em julho. Se mantiver esse volume até o final do mês, fará rolagem integral.

Bolsa - O índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) terminou ontem em queda, fechando o pregão em baixa de 0,87%, com 72.122 pontos. As ações de empresas de grande porte começaram o dia oscilando em alta, mas registraram recuo no final do pregão, com os papéis das Petrobras caindo 1,81%.  

Na contramão, as ações da Eletrobras fecharam o pregão em alta, influenciadas pelo anúncio do leilão de distribuidoras da estatal, previsto para sexta-feira (15), com os papéis preferenciais subindo 4,17%.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/08/2018
Desocupação diminui em Minas Gerais
Estimada em 10,8%, taxa recua 1,8 ponto percentual no segundo trimestre ante o primeiro
17/08/2018
Cemig fecha primeiro semestre com lucro de R$ 700 mi, alta de 45%
No fim de junho, dívida líquida somava R$ 13,3 bi
17/08/2018
Consumo de bens industriais avança 9,9% em junho, deixando efeito greve
Rio de Janeiro - O consumo de bens industriais aumentou em 9,9% em junho ante maio, segundo o Indicador Ipea Mensal de Consumo Aparente de Bens Industriais, divulgado ontem pelo Instituto de...
17/08/2018
Fontes de geração renováveis são 81,9% da capacidade instalada
Essa é também a origem de 87,8% da produção total no País
17/08/2018
Aumento de 0,5% passa a incidir hoje, nas refinarias, sobre o litro da gasolina
Rio de Janeiro - O litro da gasolina nas refinarias passará a custar R$ 1,9810 a partir de hoje, um aumento de 0,5% em relação ao preço de R$ 1,9711 cobrado ontem....
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


17 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.