Publicidade

DC Turismo

30/12/2016

Demanda doméstica tem 16ª retração seguida

Email
A-   A+
Brasília - A demanda (em passageiros-quilômetros pagos transportados - RPK) por transporte aéreo doméstico de passageiros registrou queda de 2,1% em novembro de 2016, comparada com o mesmo mês de 2015, enquanto a oferta (em assentos-quilômetros oferecidos - ASK) registrou redução de 5,5% no mesmo período. Com os resultados do mês, a demanda doméstica apresentou o 16º mês consecutivo de retração, atingindo patamar inferior ao registrado em novembro de 2013. Já a oferta doméstica apresentou a 15ª baixa consecutiva do indicador. No acumulado do ano, a demanda doméstica registrou queda de 6%, mesma redução acumulada pela oferta doméstica para o igual período.

Entre as principais empresas aéreas brasileiras, a Avianca e a Gol apresentaram crescimento na demanda doméstica em novembro de 2016, quando comparada com o mesmo mês de 2015, da ordem de 15,9% e 0,7%, respectivamente. Azul e Latam registraram retração de 1,0% e 8,9%, respectivamente.

A Avianca foi a única empresa a aumentar a oferta doméstica (em termos de ASK) em novembro de 2016, com crescimento de 16,7%. Gol, Azul e Latam reduziram a oferta em 4,9%, 5,1% e 11,2%, respectivamente.

A taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos (RPK/ASK) em novembro de 2016 foi da ordem de 80,7%, o que representou aumento de 3,6% em relação ao mesmo mês de 2015. De janeiro a novembro de 2016, o aproveitamento doméstico foi de 79,9%, frente a 79,8% do mesmo período de 2015.

O número de passageiros pagos transportados no mercado doméstico em novembro de 2016 atingiu 7,2 milhões, caindo 5,4% em relação a novembro de 2015 e completando dezesseis meses consecutivos de retração. No período de janeiro a novembro de 2016, a quantidade de passageiros transportados acumulou redução de 8,0% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A quantidade de carga paga transportada no mercado doméstico foi de 31,1 mil toneladas em novembro de 2016, o que representou aumento de 0,1% em relação a novembro de 2015. No acumulado do ano, a carga paga doméstica transportada acumulou redução de 6,7% em relação ao mesmo período de 2015, atingindo 292,9 mil toneladas.

Mercado internacional - Em novembro de 2016, a demanda (em RPK) do transporte aéreo internacional de passageiros das empresas aéreas brasileiras registrou aumento de 8,3%, em comparação ao mês de novembro de 2015, enquanto a oferta (em ASK) internacional apresentou crescimento de 1% no mesmo período.

Com o resultado obtido no mês de novembro, a demanda internacional alcançou o seu maior nível para o mês desde o início da série histórica em 2000. A oferta internacional registrou o primeiro aumento após oito meses consecutivos de retração. No acumulado de janeiro a novembro de 2016, a demanda internacional diminuiu 0,8% em relação ao mesmo período de 2015. A oferta internacional caiu 3,7% no período.

Azul e Latam registraram elevação na demanda por transporte aéreo internacional de passageiros em novembro de 2016, na comparação com o mesmo mês do ano anterior, da ordem de 40,9% e 8,1%, respectivamente. A Gol registrou baixa de 9,9%.

A taxa de aproveitamento dos assentos das aeronaves em voos internacionais de passageiros operados por empresas brasileiras (RPK/ASK) foi de 84,9% em novembro de 2016, contra 79,2% no mesmo mês de 2015, representando uma variação positiva de 7,2% e alcançando o seu maior nível para novembro desde o início da série em 2000. O indicador está em alta há seis meses consecutivos.

O número de passageiros pagos transportados por empresas brasileiras no mercado internacional em novembro de 2016 foi recorde para este mês desde o início da série histórica em 2000, tendo atingido 623,6 mil. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o indicador apresentou elevação de 8,8%. No período de janeiro a novembro de 2016, a quantidade de passageiros transportados acumulou aumento de 2,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

22/01/2017
Novos circuitos buscam alavancar cicloturismo em Minas Gerais
Se cada vez tem crescido a opção por bicicletas para se deslocar nas grandes cidades, os brasileiros também têm pedalado na hora de viajar e novos roteiros de...
22/01/2017
Feriados vão movimentar R$ 21 bilhões no turismo
Projeção feita pelo Ministério do Turismo revela que as viagens nos fins de semana prolongados por feriados que caem na segunda, terça, quinta ou sexta-feira...
21/01/2017
Setur tem nova estrutura para o turismo
Foi necessário reajustar o organograma para distribuir melhor os servidores em suas funções
21/01/2017
Piscinas naturais cercadas de areias se transformam em 'orlas' no Estado
Praia em Minas Gerais. Impossível? Com um pouquinho de imaginação, à beira de rios, lagoas e cachoeiras se transformam em refrescantes piscinas naturais. Quem experimenta, aprova. E dá até...
21/01/2017
Após mudança para o Terminal 3, Copa amplia voos diários
Tempo mínimo de conexão reduzirá para 50 minutos
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.