Publicidade
20/11/2017
Login
Entrar

Agronegócio

11/11/2017

Diversificação aumenta a renda no campo

Da Redação
Email
A-   A+
Com crédito rural, produtor de leite agora investe em goiaba/Emater-MG/Divulgação
A diversificação de culturas tem gerado aumento de renda para agricultores do Centro-Oeste mineiro. Na propriedade de Gilmar Ribeiro, em Formiga, a principal atividade ainda é a pecuária leiteira mas uma cultura alternativa está ajudando a aumentar a renda da família.

Com recursos do crédito rural e assistência técnica da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), o agricultor está investindo também na produção de goiaba. A iniciativa deu bons resultados e a intenção é aumentar a área plantada da fruta.

Na propriedade de Gilmar, o pomar possui 340 pés de goiaba, sendo que 65% deles já em produção e que rendem 22 toneladas por safra.  “Como eu quero permanecer na zona rural, nós estudamos como ter uma renda mensal em que eu tivesse condição de pagar os estudos dos meus filhos. E, assim, resolvemos que seria um pomar de goiaba”, diz o produtor Gilmar Ribeiro.

Para colocar a ideia em prática, a família comprou  um trator, uma roçadeira e um atomizador, equipamentos adquiridos com recursos do Programa de Fortalecimento de Agricultura Familiar (Pronaf) com o financiamento de R$ 58,2 mil pelo Pronaf Mais Alimentos.
A produção segue o sistema agroecológico ou seja, alimentos mais saudáveis, sem uso de agrotóxicos e produtos químicos. Uma das técnicas usadas é o ensacamento dos frutos, o que evita a aplicação de defensivos contra o bicho da goiaba. O produtor também utiliza adubação orgânica, química e foliar, além de realizar controle de mato com roçadeira.

Todas as etapas do novo investimento foram acompanhadas pela Emater-MG que elaborou o projeto técnico necessário para a aprovação e liberação do crédito. “O acompanhamento é integral, em todas as fases da cultura, desde a formação até a produção final”, explica o extensionista da Emater-MG, Lacir Rovilson Dutra. Segundo ele, além de recurso financeiro, o crédito rural dá condições ao produtor de montar uma estrutura em que ele economize mão de obra que hoje em dia é escassa, afirma.

Parte da produção é comercializada por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) em Formiga e municípios vizinhos. É a esposa do produtor, Sônia Maria Ribeiro, quem fica responsável pelo manejo do pomar, colheita e seleção das goiabas. A produtora também cuida da produção de doce de goiaba que apesar de pequena, também ajuda a aumentar o orçamento. “As goiabas que não passam na seleção para o mercado, nós aproveitamos para fazer doces até por encomenda, conta.

Como a atividade tem apresentado bons resultados, a expectativa da família é continuar o investimento visando o aumento da área plantada e, consequentemente, da safra.

A Emater-MG é uma das entidades responsáveis pela emissão da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), documento exigido para que o agricultor tenha acesso ao crédito rural. A Emater-MG também orienta e capacita os agricultores, além de elaborar projeto técnico necessário para a liberação dos recursos. De acordo com o coordenador estadual de Crédito Rural Marcos Meokarem, compete à empresa a elaboração de grande parte dos projetos de crédito rural do Estado. “A Emater-MG presta assistência técnica de qualidade aos agricultores para que eles apliquem de maneira correta os recursos e obtenham resultados positivos”, analisa.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/11/2017
Melhoramento genético garante leite que não causa alergia
Embrapa faz estudo com criadores de Gir e Girolando
18/11/2017
Oferta do café robusta para a indústria chega a volume regular
São Paulo - A oferta de café robusta para a indústria brasileira foi considerada como “normal” pela primeira vez em 2017, evidenciando uma...
18/11/2017
FJP disponibiliza dados em plataforma
A Fundação João Pinheiro (FJP) divulgou, nesta sexta-feira, dados referentes à produção agrícola, rebanhos e produtos de origem animal de Minas...
17/11/2017
Valor Bruto da Produção recua 9,57% em Minas Gerais
Receita foi estimada em R$ 53,46 bilhões, com retração de preços de produtos como café, soja e milho
17/11/2017
Brasil deve apurar queda de 5,1% no ano
São Paulo - O Valor Bruto da Produção agropecuária (VBP) do Brasil poderá cair 5,1% em 2018 na comparação com 2017, quando o Brasil colheu uma...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.