Publicidade
18/01/2018
Login
Entrar

Opinião

14/11/2017

Dos fins dos Confins e da Pampulha

Stefan Salej*
Email
A-   A+
A decisão de reativar os voos de aviões de grande porte para a Pampulha é a flecha de morte no coração de um projeto maior que é um aeroporto chamado de Tancredo Neves (hoje Aeroporto Internacional de Belo Horizonte-Confins), nas proximidades da capital mineira e administrado pela concessionária BH Airport. Na mesa estão todas as emoções imagináveis, inclusive declarações inadequadas do prefeito da...

Exclusivo para assinantes.


Para ler esta e outras matérias, cadastre-se gratuitamente ou assine.

Ler 5 matérias por mês

     

Receber nossas newsletters



Assinar
Cadastrar

Ou faça login

Leia também

18/01/2018
Editorial
A pressão dos combustíveis
18/01/2018
Aprimorando oportunidades
É de amplo conhecimento de quem acompanha a indústria siderúrgica no País a fase de grandes desafios enfrentados pela Usiminas no passado recente. Desde o início...
18/01/2018
Cultura, fonte de alegria e beleza
“Quando ouço alguém falar em cultura, puxo do meu revólver!”(Hermann Goring, dirigente nazista) Historiadores atribuem a Hermann Goring a frase que se segue:...
18/01/2018
Otimismo no agronegócio em 2018
A produtividade continua sendo a mola mestra e o principal instrumento no crescimento da nossa produção agrícola. Entre os grãos plantados no País, o arroz, o...
17/01/2018
Editorial
Semiárido mineiro pede mais atenção
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.