Publicidade
17/08/2017
Login
Entrar

Negócios

11/01/2017

Dotz atinge 2 milhões de clientes na RMBH

Grande BH foi a praça-teste da empresa que completou oito anos de operação
Daniela Maciel
Email
A-   A+
De acordo com Cláudia Campolina, o número de parceiros na região cresceu 15%/Alisson J. Silva
Em um eterno “caso de amor” com Belo Horizonte, afinal a cidade foi a sua praça-teste, a Dotz comemora os oito anos de vida, alcançando só na Capital e entorno 2 milhões de clientes, o que totaliza 10% da base de consumidores da empresa.

De acordo com a diretora regional, Cláudia Campolina, a praça BH cresceu 15% no número de parceiros. O número de clientes Dotz também continua crescendo, houve uma evolução de 13% no último ano, o que representa uma participação de 73% na população target - índice sete vezes maior que o indicador nacional.

“O mineiro realmente assumiu a Dotz para que sua vida renda mais. E mesmo após sete anos de operação continuam entrando no programa uma média de 17mil novos clientes mensalmente em Belo Horizonte. Parcerias como a Vivo, Ri Happy e Polishop expandiram suas operações com Dotz no Brasil, a partir da operação em Belo Horizonte”, comemora Cláudia Campolina.

Outro destaque em Belo Horizonte foi a parceria com o Minas Tênis Clube, a partir de julho do ano passado. Além do patrocínio ao time de basquete masculino também há a distribuição de Dotz por mensalidade paga. “Queríamos oferecer mais vantagens para os associados e a distribuição por mensalidade foi a maneira escolhida. Essa é mais uma estratégia de consolidação da empresa e do segmento pensada especialmente para BH”, afirma a diretora regional.

Mas não é só a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) que interessa à Dotz no Estado. Para 2017, segundo o gerente regional, Marcelo Carneiro, quatro centros regionais estão na mira da empresa. No Norte de Minas: Montes Claros; no Leste: Governador Valadares; na Zona da Mata: Juiz de Fora; e no Sul do Estado uma cidade ainda a ser definida.

“A procura por varejistas de cidades próximas a BH vem aumentando. No interior existem conversas bastante adiantadas. Precisamos de um parceiro com forte capilaridade em cada praça dessas para abrir o mercado e então passar a trabalhar com as empresas regionais”, argumenta Carneiro.

Análise - Para os parceiros, além de proporcionar aumento direto no consumo e fidelização de clientes, o programa de coalização passou a fornecer desde o ano passado um relatório com a análise do cupom de compras sobre os hábitos de consumo dos clientes. A partir dessa ferramenta, os clientes passam a receber um tabloide digital (via SMS ou e-mail) com ofertas direcionadas. Para isso a empresa investiu em CRM (Customer Relationship Management), usado para gerenciar o relacionamento com os clientes e BI (Business Inteligence), que tem a função de orientar administradores na tomada de decisões, R$ 19,5 milhões.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/08/2017
Cachaçaria Nacional estima crescer 150%
Empresa mineira de e-commerce vende cerca de 4.500 garrafas do tradicional produto mensalmente
17/08/2017
Número de pessoas que desejam ter o próprio negócio é acima da média no País
Realizada pela Universidade Técnica de Munique (TUM) e validada pela Fundação Getulio Vargas (FGV), a pesquisa Amway Global Entrepreneurship Report (Ager), revela que os...
17/08/2017
Sankhya registra crescimento de 36% nas vendas no 1º semestre
Atualmente, são 6,5 mil clientes em carteira
17/08/2017
Algar Telecom lança instituto em Uberlândia
Começa a operar nesta semana em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, o Brain, centro de inovação digital da Algar Telecom. Criado como um braço da empresa e com...
17/08/2017
Empresa lançou sistema pioneiro de gestão neste ano
Entre as tecnologias oferecidas, Felipe Calixto Neto ressalta o lançamento da Business Intelligence Analyst (BIA), em março de 2017. “A primeira assistente de gestão do...
› últimas notícias
Rio das Velhas atinge nível crítico de vazão
Projeção para salário mínimo em 2018 é reduzida
Setor de serviços em Minas registrou queda de 3% no semestre
Cemig pode fechar acordo com a União
Rodada de licitações atrai 21 interessadas
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:

Cadastrar
› Mais Lidas
Receita da Pif Paf deve ir a R$ 4 bilhões
Roubo de cargas onera toda a sociedade
Magnesita Refratários reporta prejuízo líquido de US$ 41,4 milhões
Vale passa a ter o controle indefinido e afasta o fantasma de interferência governamental
Estado busca alavancar indústria criativa
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


17 de August de 2017
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.